Header Ads

Assista: Thiago Asmar grava vídeo íntimo com ex-namorada do presidente da CBF; emissora nega demissão

Thiago Asmar grava vídeo íntimo com ex-namorada do presidente da CBF; emissora nega demissão

O repórter da Globo teria sido 'encostado' temporariamente pela emissora após repercussão do vídeo gravado com a modelo Carol Muniz.


Thiago Asmar (Foto: Globoesporte.com)

O repórter esportivo da Rede Globo, Thiago Asmar, gravou um vídeo íntimo ao lado da modelo Carol Muniz, ex-musa do Bahia e ex-namorada do futuro presidente da CBF, Marco Polo del Nero, que está circulando nas redes sociais desde a última quinta-feira (9).

ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS:


Nas imagens, Carol relata ao repórter, aparentemente sem saber que estava sendo filmada, que teria ficado com o dirigente apenas pelo poder. "Na época, no início, o poder envolve você. O poder, o cara influente. O cara é presidente, poder, mulher tem muito essa coisa. Não gosto de homem academia, malhado, gosto de homem que eu admire. Ele é um cara muito inteligente. Não foi por dinheiro, foi pelo poder. O que me tentou foi o poder dele, a inteligência dele, é um cara respeitado, entendeu?", disse.

Ao site 'UOL Esporte', Carol confirmou que Thiago Asmar foi o autor do vídeo, que foi gravado depois de uma noite em que os dois passaram juntos. “Sobre o vídeo, sei quem foi, foi um cara que eu ficava do Rio, jornalista, que se diz jornalista. Para mim ele devia rasgar o diploma dele, é um cara inescrupuloso, eu tomo maior cuidado de me preservar quando estou na cama com alguém, não permitir foto, mas você nunca vai imaginar que você está ali conversando com cara que está se envolvendo e o cara está te filmando. Não sei porque ele fez isso”, disse a modelo.

Após a circulação das imagens e da confirmação da voz do homem que falava no vídeo ser de Thiago Asmar, a cúpula da Globo se reuniu para decidir o futuro dele. Marco Polo del Nero, à pedido de Carol Muniz, foi à emissora pedir a demissão dele, mas a Globo preferiu mantê-lo. "Não é verdade que algum repórter da Globo tenha sido demitido ou suspenso. A Globo não comentará a divulgação ilegal de vídeo privado nem sua autoria", disse a emissora em nota oficial.

O vídeo em questão teria sido gravado há cerca de cinco meses em um apartamento onde o repórter e a modelo se encontravam. Carol pensou em processá-lo, mas foi orientada a não fazer isso por enquanto. Após o vazamento do vídeo, Thiago Asmar deletou suas contas nas redes sociais e, apesar de não ter sido demitido, deve ficar 'encostado' por algumas semanas.

Assista o vídeo:



Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.