Header Ads

Corinthians se irrita após ter acordo com a Globo divulgado por diretor do São Paulo

Dirigentes do Corinthians tentam evitar responder ao colega tricolor publicamente. Mas longe dos microfones são feitas principalmente duas críticas

Dirigentes do Corinthians tentam evitar responder ao colega tricolor publicamente. Mas longe dos microfones são feitas principalmente duas críticas



Ataide Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo, virou alvo de críticas de pelo menos parte da diretoria do Corinthians.

Cartolas alvinegros estão incomodados com o fato de o são-paulino ter se manifestado mostrando o que, segundo ele, são detalhes do contrato assinado pelo Corinthians e outros clubes com a Globo para transmissão dos jogos do Brasileirão em TVs aberta e fechada a partir de 2019. Os dados foram usados como prova de que Ataide arrancou da Globo oferta melhor para o São Paulo.

Dirigentes do Corinthians tentam evitar responder ao colega tricolor publicamente. Mas longe dos microfones são feitas principalmente duas críticas. A primeira é de que ele não conhece os números exatos e outros detalhes do contrato firmado pelo alvinegro. Assim, suas informações não são precisas. E que foi indelicado da parte dele citar o Corinthians, em suas explicações sobre as negociações do São Paulo. Deveria cuidar só de seu time, afirma a ala descontente.

Os alvinegros asseguram que a vantagem que têm hoje em relação aos valores recebidos pelo clube do Morumbi e por outras equipes irá continuar. Isso, segundo eles, está garantido em contrato.

Ao Blog do Menon, Ataíde enviou mensagem dizendo que a Globo assinou com Corinthians, Atlético-MG, Cruzeiro, Vasco, Botafogo, Vitória e Sport com redução de 25% no montante pago pelos jogos em TV aberta e emprestando R$ 40 milhões a serem devolvidos com juros e correção a partir de 2019. Ainda segundo o são-paulino, seu clube recusou essa oferta.

Então, a quantia que seria emprestada, virou pagamento de luvas e não houve redução de valores. No final, o São Paulo assinou contrato apenas para as partidas em TV fechada, o que tornou mais fácil a missão dos conselheiros de compararem as propostas das duas concorrentes.

O blog tentou ouvir Ataide por meio da assessoria de imprensa do São Paulo, mas não obteve resposta até a publicação deste post.

Fonte: Ricardo Perrone/UOL

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).
Tecnologia do Blogger.