Esporte Interativo é cobrado a pagar jogadores por transmissões de jogos

Sindicatos dos atletas se reuniram com diretoria do canal para exigir garantia de repasse prevista na Lei Pelé

15:24

Por Futebol Interior (Redação) - Representantes sindicais dos atletas de todo o país estiveram reunidos com a diretoria do canal Esporte Interativo, na tarde desta segunda feira, no Rio de Janeiro. A delegação foi recebida pelo diretor da empresa de comunicação, Sr. Bernardo Ramalho. O motivo da reunião são a garantia do repasse do percentual a que tem direito os atletas pelas transmissões dos jogos na televisão, previsão do art. 42 da Lei Pelé.

Segundo o presidente da Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol, a FENAPAF, Felipe Augusto, o canal EI pagou à vários clubes vultosas somas pelo direito de transmissão de jogos a partir de 2019 e deu o nome de “luvas” contratuais à esta parte do negócio. Ocorre que, o fato gerador do contrato é exatamente as transmissões televisivas, hipótese em que a retenção do percentual é devida.

“Os clubes devem pagar o percentual dos atletas já que o contrato ajustado entre o Interativo e eles é eminentemente sobre direitos de transmissão. A justiça não vai amparar qualquer burla a legislação”, disse o presidente.

Demonstramos nossa preocupação ao EI que ficou de comunicar aos clubes nossa posição a fim de evitar uma demanda. “Estamos certos que haverá uma solução pacífica e todas as partes saberão respeitar as leis do País, concluiu Felipe.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »