Header Ads

Esporte Interativo é cobrado a pagar jogadores por transmissões de jogos

Sindicatos dos atletas se reuniram com diretoria do canal para exigir garantia de repasse prevista na Lei Pelé


Por Futebol Interior (Redação) - Representantes sindicais dos atletas de todo o país estiveram reunidos com a diretoria do canal Esporte Interativo, na tarde desta segunda feira, no Rio de Janeiro. A delegação foi recebida pelo diretor da empresa de comunicação, Sr. Bernardo Ramalho. O motivo da reunião são a garantia do repasse do percentual a que tem direito os atletas pelas transmissões dos jogos na televisão, previsão do art. 42 da Lei Pelé.

Segundo o presidente da Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol, a FENAPAF, Felipe Augusto, o canal EI pagou à vários clubes vultosas somas pelo direito de transmissão de jogos a partir de 2019 e deu o nome de “luvas” contratuais à esta parte do negócio. Ocorre que, o fato gerador do contrato é exatamente as transmissões televisivas, hipótese em que a retenção do percentual é devida.

“Os clubes devem pagar o percentual dos atletas já que o contrato ajustado entre o Interativo e eles é eminentemente sobre direitos de transmissão. A justiça não vai amparar qualquer burla a legislação”, disse o presidente.

Demonstramos nossa preocupação ao EI que ficou de comunicar aos clubes nossa posição a fim de evitar uma demanda. “Estamos certos que haverá uma solução pacífica e todas as partes saberão respeitar as leis do País, concluiu Felipe.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.