Saída da dupla Atletiba não deve afetar contrato de TV da Primeira Liga

Proposta da Globo é pagar cerca de R$ 70 milhões por três anos

19:12
Reprodução
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A Primeira Liga deve manter o valor do acerto com a Rede Globo para os direitos de transmissão do torneio inalterado mesmo após as saídas de Coritiba e Atlético Paranaense, que não concordaram com a divisão de cotas de televisão.

Segundo informações do jornalista Rodrigo Mattos, a proposta da emissora carioca é pagar cerca de R$ 70 milhões por três anos - de 2017 a 2019. A discussão do contrato deve ocorrer em relação ao impacto da mudança de cronograma da competição.

Pelo acordo feito entre os clubes, o Flamengo receberá mais dinheiro, sendo um segundo grupo composto pelos times mineiros, gaúchos e o Fluminense. Essa divisão deve ser mantida, embora ainda não tenha havido votação.

O que a diretoria da Primeira Liga ainda terá que conversar com a Globo para se fechar efetivamente o contrato é a questão das datas, que sofreram modificações em relação ao previsto inicialmente.

Com o contrato de TV praticamente fechado, a liga agora tenta focar em tentar obter receitas com placas e naming rights para tentar alavancar os ganhos.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »