Header Ads

Guarani assina contrato com Esporte Interativo para o Brasileirão

Negociação foi concretizada no início do ano e mantida em sigilo pela diretoria do Guarani até agora

Foto: Site oficial do Guarani
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Um dos principais clubes de futebol do interior paulista, o Guarani acaba de assinar com o Esporte Interativo para a transmissão de seus jogos do Campeonato Brasileiro na TV fechada, para as temporadas de 2019 até 2022. O acerto foi oficializado pelas duas partes nesta quarta-feira (28).

Segundo informações do jornal 'Correio Popular', a negociação foi concretizada no início do ano e mantida em sigilo pela diretoria do Guarani até agora. Havia o temor de que, por meio de alguma ação judicial, credores tentassem bloquear o valor das luvas.

O acordo vazou quando conselheiros receberam um parecer do Conselho Fiscal sobre os resultados financeiros trimestrais, que continha a quantia paga pelo Esporte Interativo. Foi aí que o clube confirmou o acerto com o canal esportivo do grupo Turner.

“Isso aconteceu ainda na gestão Horley Senna, há quatro, cinco meses. E o valor recebido não se trata de empréstimo ou antecipação, são luvas”, disse o dirigente. “Agora, o Guarani é um parceiro do Esporte Interativo”, disse o presidente do Guarani, Palmeron Mendes Filho.

O acordo com o Esporte Interativo envolve somente a Série A do Brasileiro. O Bugre recebeu cerca de R$ 1,9 milhão de luvas pela assinatura do contrato e embolsará mais de R$ 20 milhões do canal a cada temporada que disputar a primeira divisão durante o prazo do acordo. O acerto não envolve TV aberta e pay-per-view, que o clube poderá negociar futuramente caso conquiste o acesso.

O valor recebido como forma de luvas já foi utilizado de maneira integral pelo clube. “O dinheiro foi utilizado para compromissos do Guarani. Pagamos folha salarial, 13º e muitas rescisões de atletas da Série A2. Premiações pelo acesso na Série C também foram pagas com esse dinheiro”, detalhou Mendes Filho.

O Guarani é o 15º clube que assina com o Esporte Interativo pelo direito das transmissões em canal fechado. Também fecharam com o canal Palmeiras, Santos, Atlético-PR, Coritiba, Internacional, Ponte Preta, Bahia, Ceará, Sampaio Corrêa, Criciúma, Joinville, Paysandu, Paraná e Fortaleza.

A proposta do EI é investir R$ 550 milhões, assim distribuídos: 50% divididos igualitariamente entre todos os clubes; 25% de acordo com o desempenho no ano anterior e 25% conforme a audiência.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.