Header Ads

Federação impede sites de exibir jogos do Campeonato Paraibano e revolta clubes

Portais da Paraíba foram impedidos de transmitir a competição, cujos direitos pertencem ao Esporte Interativo

Reunião na sede da Federação Paraibana definiu revisão do contrato de TV do Estadual (Foto: WSCOM)

Na tarde da última quarta-feira (10), foi realizada uma reunião onde ficou acordada uma revisão no contrato de transmissão do Campeonato Paraibano entre os clubes, a Federação Paraibana de Futebol (FPF), e o Esporte Interativo, em novo encontro que deve ser realizado em breve.

O canal esportivo da Turner possui os direitos de transmissão até 2022, e uma quebra no acordo, como transmissão sem autorização, pode render multa de até R$ 1 milhão para as partes.

De acordo com informações do site 'WSCOM', o imbróglio começou após portais da Paraíba serem impedidos de transmitir partidas da competição no último domingo (7). A Associação de Mídias Digitais (AMIDI) repudiou o ato, e representada na reunião pelo secretário geral, Gutemberg Cardoso, prometeu judicializar o caso.

O presidente da FPF, Amadeu Rodrigues, afirmou que não está disposto a pagar a multa por infligir as cláusulas contratuais, o que ocorreria se permitisse a transmissão dos portais. Ele salientou que o EI pode autorizar a transmissão desde que haja uma negociação.

Em contato com a publicação, o diretor comercial do Esporte Interativo, Bernardo Ramalho, explicou que detém os direitos de arena do Campeonato Paraibano e considera que a Federação agiu corretamente e dentro da lei ao não permitir a transmissão áudiovisual sem autorização da emissora.

"Desde 2013 detemos a transmissão exclusiva do Campeonato com contrato liquido e certo, por isso entendemos que fazer qualquer transmissão sem nosso consentimento implica em multas", afirmou.

Bernardo também esclareceu que o Esporte Interativo tem agido para contribuir com os clubes e o Campeonato Paraibano, mas não abre mão do contrato de exclusividade: "Quem quiser incorrer em problemas basta descumprir com o contrato".

O executivo admitiu conversar ou permitir trabalhos isolados ou cobertura com seu consentimento, mas fora desta regra não aceita.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.

PUBLICIDADE





Tecnologia do Blogger.