Header Ads

Conmebol favorece Globo e muda regra para transmissão em TV aberta da Libertadores

Transmissão pela TV aberta de jogos diferentes para duas ou mais praças havia sido vetada, mas a Conmebol voltou atrás

Reprodução

A Conmebol fez uma concessão nas regras do leilão dos direitos de TV da Libertadores que permite que a Globo continue com uma prática que em um primeiro momento havia sido vetada a partir da edição de 2019 da competição continental.

A transmissão pela TV aberta de jogos diferentes para duas ou mais praças havia sido vetada, mas a Conmebol voltou atrás e a regra do leilão abriu a possibilidade de territórios (ou emissoras) exibirem mais de uma partida para diferentes regiões.

Na Globo, a decisão da Conmebol foi elogiada internamente por agregar valor aos direitos de transmissão da Libertadores, mas é negado que a alteração tenha passado por algum lobby da emissora. O argumento é o de que a flexibilização favorece qualquer canal de TV aberta que adquirir os direitos, dadas as dimensões continentais do Brasil, e que tal concessão vale só para a fase de grupos.

Nenhuma emissora de qualquer outro país necessitaria tanto dessa alteração como as brasileiras, pois é frequente a participação de equipes de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, para ficar só nos quatro principais centros do país, na competição.

Se houve uma concessão, há um ponto que exigirá negociações entre Globo e Conmebol, caso a emissora mantenha os direitos na TV aberta. Uma das exigências da Conmebol é a veiculação comercial de dois patrocinadores oficiais da competição durante a faixa horária da partida.

Trata-se de uma condição similar à imposta à Globo pela Uefa, em relação à Champions, que a Globo conseguiu driblar ''transferindo'' os comerciais para a faixa horária do ''Jornal Nacional''. Não seria viável, por exemplo, a Libertadores veicular um comercial de uma cervejaria via Conmebol e a Globo citar ou exibir na mesma partida as peças comerciais de uma marca concorrente.

Um consórcio, formado pela IMG, dona do UFC, e Perform ganhou o direito de ser a agência a comercializar os direitos da Libertadores. Uma das novidades da próxima edição da Libertadores será a adoção de uma final única.

Com informações do blog de Eduardo Ohata, do 'UOL'.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte), Twitter (twitter.com/midiaesporte) e Instagram (instagram.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.



PUBLICIDADE



Tecnologia do Blogger.