Opinião: Briga entre ESPN e Esporte Interativo chegou onde não deveria chegar

Desde quando a ESPN perdeu os direitos de transmissão da UEFA Champions League para o Esporte Interativo, surgiu uma grande rivalidade que ultrapassou os limites da concorrência saudável, chegando até aos próprios colegas de profissão.

18:13


Desde quando a ESPN perdeu os direitos de transmissão da UEFA Champions League para o Esporte Interativo, surgiu uma grande rivalidade que ultrapassou os limites da concorrência saudável, chegando até aos próprios colegas de profissão.

LEIA MAIS
Sky e Claro TV afirmam que Turner cobra alto pela entrada do Esporte Interativo

Nesta semana, com o início da fase de grupos da competição, algumas pessoas ligadas às duas emissoras trocaram farpas, com uns dando indiretas para outros publicamente. Mas felizmente, alguns dos envolvidos revelaram em off ao Portal Mídia Esporte que cometeram um erro por essa exposição e que a briga ficou feia para todos. Por este motivo, prometeram deixar este transtorno causado para trás.

É compreensível a insatisfação dos telespectadores da ESPN, que não estão podendo assistir os jogos da Champions. É lamentável o cartel formado pelas operadoras e por uma programadora de TV para impedir a entrada do EI. Mas o que é mais triste é o ponto onde chegou a briga entre a ESPN e o canal da Turner, que no passado já tiveram parceria. A repercussão foi muito negativa.

Por Otto Rezende.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »