Com reforço de Roberto Dinamite, "Os Donos da Bola" ganha mais espaço na Band Rio

O ex-jogador assumirá uma posição entre os titulares de ‘Os Donos da Bola’ a partir da primeira semana de novembro, precisamente na segunda-feira, 2

18:29

O ex-jogador assumirá uma posição entre os titulares de ‘Os Donos da Bola’ a partir da primeira semana de novembro, precisamente na segunda-feira, 2

Edilson Silva é o "dono da bola" na Band Rio (Imagem: Reprodução/Band)

A primeira semana de abril de 2015 marcou mudança profissional na carreira televisiva do jornalista Edilson Silva. Na ocasião, o apresentador deixou a CNT, por onde comandou durante sete anos o ‘Balanço Esportivo’, e foi contratado pela TV Bandeirantes. Na nova emissora, o comunicador repetiu o mesmo desafio quando chegou à antiga casa: assumir o horário da grade que até meses antes era comandado pela trupe de José Carlos Araújo, o “Garotinho”. Assim, há um semestre, o profissional reconhecido pelo bordão “em grande fase” era tido como uma “aposta” pela direção do Grupo Bandeirantes para a apresentação da versão carioca de ‘Os Donos da Bola’.

Aposta que se consolidou junto aos gestores da empresa de comunicação e, principalmente, ao público. Com seis meses no ar, a atração caiu no gosto popular, registrando bons índices de audiência, segundo dados divulgados pelo Ibope. O sucesso fez com que a Band decidisse aumentar o tempo da atração. A edição desta sexta-feira, 23, foi a última com o programa sendo exibido com apenas uma hora de duração. A partir da próxima segunda, 26, ‘Os Donos da Bola’ exibido para o Rio de Janeiro permanecerá no ar por mais meia hora. Assim, passará a ocupar a grade do canal das 12h30 às 14h. A mudança representa, para a emissora, 30 minutos a mais de conteúdo próprio, uma vez que a faixa era reservada ao anime ‘Dragon Ball Z’.

Sobre a novidade, o apresentador, em contato com a reportagem do Portal Comunique-se, faz questão de elogiar a direção do Grupo Bandeirantes e os telespectadores. “Faço um balanço do tempo de Band com muita alegria”, ressalta o cronista esportivo. “Os números mostram que caímos no gosto do torcedor carioca. Temos registrados picos altíssimos, inclusive ultrapassando outras emissoras no horário. Reconheço que isso aconteceu graças à emissora que apostou no projeto e investiu na minha equipe. Tem dado certo, tem sido muito bom. Estamos em grande fase”, comemora o jornalista que tem a linha editorial como um trunfo de sua produção. “A gente trabalha para destacar o futebol do Rio de Janeiro, ocupamos o horário local da Band para isso”.

O formato adotado pelo ‘Os Donos da Bola’, com os comentaristas aparecendo no vídeo vestindo as camisas de seus times, conseguiu prender o público carioca, avalia Edilson. Ele ressalta ter percebido, desde a adoção da brincadeira, que o programa ganhou mais força. “Percebi, passando em frente de restaurantes, bares e outros estabelecimentos, que o fato de ligar a TV e ver o jornalista com a camisa de um clube da cidade já fazia o telespectador identificar que se tratava de uma produção local, e não algo gerado pela Band em São Paulo”. Com isso, quem liga o televisor, no horário do almoço, no canal 7 acompanha as análises de Acácio (Vasco da Gama), Rogério Lourenço (Flamengo), Ronaldo Castro (Fluminense) e Waldir Luiz (Botafogo).

Apresentador comanda os debates entre comentaristas-
torcedores (Imagem: Reprodução/Band)
Reconhecedor de que o formato deu certo, o apresentador revela, porém, que o estilo “comentarista-torcedor” pode ser repensado para a continuação de ‘Os Donos da Bola’. “A gente tem que pensar em não atrapalhar o trabalho dos colegas, pois eles não são simplesmente integrantes do programa. Eles são comentaristas contratados pela Band. Temos que refletir, por exemplo, se não fica estranho o Acácio, que aparece com a camisa do Vasco, ser escalado para alguma transmissão de um jogo de outro clube. É algo a se pensar”. Com os debatedores aparecendo ou não no estúdio com as camisas de futebol, Edilson não abre mão do jeito descontraído e informal. “O trabalho da imprensa tem sido cada vez mais restrito, com clube fechando treino e tudo mais. Aí, com assuntos mais leves, como se fosse conversas entre colegas, o torcedor se sente representado”.

Programa descontraído exibido no horário do almoço, sucesso perante o público carioca e, agora, maior espaço na grade da Band Rio. Tudo caminha bem para a jornada de Edilson Silva na televisão, mas informação equivocada que surgiu na imprensa no momento que trocou de veículo de comunicação o desanimou – e o faz destacar qual a sua relação com a emissora mantida pelo Grupo Bandeirantes. “Chegaram a dizer que comprei horário, não sei por qual razão foram publicar algo assim. Isso nunca aconteceu. O canal apostou em mim e na minha equipe para tocarmos ‘Os Donos da Bola’. É bom deixar claro que se trata de uma produção própria da Band”, enfatiza o comunicador.

Contratação de um craque
Em time que está ganhando não se mexe. A máxima, para Edilson Silva, não é válida se mudanças forem feitas para reforçar a equipe. Dessa forma, o apresentador revela o mais novo craque do programa que comanda na Band. Trata-se de um dos maiores ídolos do Vasco dentro de campo, o ex-atacante Roberto Dinamite, que também já foi deputado estadual e presidente do clube de futebol. O ex-jogador assumirá uma posição entre os titulares de ‘Os Donos da Bola’ a partir da primeira semana de novembro, precisamente na segunda-feira, 2. O apresentador informa que o reforço não será apenas para a atração vespertina, marcando presença em outra redação mantida pela empresa. “Ele vai participar de um programa da Bradesco Esportes FM”, adianta.

Ao lado do comentarista Ronaldo Castro.
Na Bradesco Esportes FM, apresentador se transforma
em locutor esportivo (Imagem: Arquivo Pessoal)
TV e rádio: um ajuda o outro
Não é só o novo contratado da Band Rio que participa da emissora de rádio voltada ao conteúdo desportivo. O próprio Edilson Silva integra a equipe da Bradesco Esportes FM. Pelos 91.1 FM, ele atua como locutor esportivo, comandando as principais transmissões, e apresenta o ‘Futebol do Rio.com’, programa que vai ao ar às segundas-feiras, das 20h às 22h. A rotina entre televisão e rádio é cansativa, admite o comunicador, que, contudo, não se imagina fazendo algo diferente. “De segunda, chego à Band às 10 da manhã para preparar o programa e só saio depois das 10 da noite. Quando tem jogo, fico no estádio até meia-noite. É puxado, mas é o que me deixa feliz”, conta o jornalista, que pontua outro detalhe. “A TV me acaba ajudando no rádio, pois acompanho diariamente como os clubes estão, o que facilita na hora de narrar alguma partida no dial. O rádio, por ser um meio propício ao improviso, me auxilia muito na função de apresentador de televisão”.

‘Os Donos da Bola’ versão dominical?
Durante o período em que esteve na CNT, Edilson Silva apresentou o ‘Mesa Redonda’, posteriormente rebatizado de ‘Balanço Esportivo’. O programa ia ao ar nas noites de domingo, sendo concorrente direto de atrações como ‘Fantástico’ (Globo), ‘Domingo Espetacular’ (Record) e ‘Programa Silvio Santos’ (SBT). Mesmo com a mudança de emissora, voltar a comandar uma produção dedicada ao futebol carioca em plena noite de domingo segue nos planos do apresentador. “Ainda não conversei com a direção a respeito, mas é o meu sonho e meu grande objetivo aqui dentro da Band. Já até vi que tem espaço da grade local para isso”, conta. “Sei que devo dar um passo de cada vez, mas é bom revelar o meu sonho”, finaliza o comunicador que trabalha para seguir “em grande fase” na TV Bandeirantes e na Bradesco Esportes FM.

Fonte: Comunique-se
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »