Finalistas da Copa do Brasil, Santos e Palmeiras não devem ter mais visibilidade na Globo

No Brasileirão deste ano, o Santos teve apenas sete jogos transmitidos na emissora de maior audiência do país. O Palmeiras menos ainda: quatro

18:54

No Brasileirão deste ano, o Santos teve apenas sete jogos transmitidos na emissora de maior audiência do país. O Palmeiras menos ainda: quatro

Lucas Lima, do Santos, disputa bola com Dudu, do Palmeiras, na final do Paulista (Foto: Andre Penner / AP)

A semana começou com os clubes brasileiros se reunindo com a Globo para discutir a renovação dos contratos direitos de transmissão. Agora, termina com Palmeiras e Santos, dois times 'esquecidos' nas transmissões da emissora, classificados para sua segunda final em 2015 – já decidiram o Paulistão, que terminou com título alvinegro. Mesmo badalados, os dois clubes não creem que o bom desempenho mudará o panorama atual, em que raras vezes aparecem nas noites de quarta-feira e nas tardes de domingo da TV aberta.

No Brasileirão deste ano, o Santos teve apenas sete jogos transmitidos na emissora de maior audiência do país. O Palmeiras menos ainda: quatro. Enquanto isso, os rivais Corinthians e São Paulo tiveram 22 e 18 partidas transmitidas, respectivamente.

O fato não é novidade. Além de receber cotas inferiores ao rivais, Santos e Palmeiras aparecem menos na TV aberta: entre 2010 e 2014, foram 83 jogos para o alvinegro, 79 para o alviverde. Enquanto isso, Corinthians teve 204, e o São Paulo 147.

Se o Brasil seguisse os modelos da Alemanha ou Inglaterra, que levam em consideração o desempenho esportivo, teriam um aumento em receita e em jogos transmitidos em um novo acordo com a Globo após as finais deste ano. Não é, entretanto, o que deve acontecer.

"Acho que são duas coisas diferentes. Uma coisa é parte jornalística, a TV mostrar que os times estão em mais uma final. Outra coisa, é a parte comercial. Isso é muito interessante. É claro que há uma preferência de visualização para Flamengo e Corinthians, ninguém discute a força deles. Eles tiveram habilidade naquela negociação que detonou o Clube dos 13 e agora têm determinação em não arredar um milímetro de que foi conquistado. Os outros clubes têm que se unir para conseguir uma negociação melhor. É mais uma questão de estratégia dos clubes do que desempenho esportivo", disse o presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, ao UOL Esporte – o mandatário não acredita que o desempenho possa por si só impactar na situação.

O Palmeiras, por sua vez, não comenta o assunto. Entretanto, o alviverde é o clube brasileiro que teve maior crescimento nas vendas de Pay Per View – 1,7%, o que o coloca na quarta posição, atrás de Corinthians, Flamengo e Atlético-MG e na frente do São Paulo.

Os números indicam um aumento no interesse do torcedor alviverde. Com a volta do clube ao patamar de disputa de títulos e briga na parte de cima da tabela no Brasileiro, existe a expectativa de que a exposição na TV aberta possa aumentar na próxima temporada, apesar de ainda estar cercada de ceticismo por parte dos palmeirenses.

Questionada em matérias anteriores sobre a divisão da transmissão dos jogos por clube, a Globo respondeu que "não divulga informações estratégicas relativas a sua programação, mas garante que mantém uma parceria muito boa com todos os clubes brasileiros, promovendo o futebol de maneira profissional e abrangente e valorizando a relação do torcedor com seu clube, não apenas durante as transmissões esportivas mas também em seus telejornais".

Palmeiras e Santos fazem uma prévia da final da Copa do Brasil neste domingo, quando se enfrentam na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: UOL Esporte
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »