Globo vai renovar contrato de TV com Vasco, mas recebe não do Fluminense

O clube de São Januário tem negociação bastante adiantada para estender o vínculo para os anos de 2019 e 2020

20:28

O clube de São Januário tem negociação bastante adiantada para estender o vínculo para os anos de 2019 e 2020

Presidente Eurico Miranda acelerou acordo com a Globo para receber adiantamento milionário

O Vasco está muito perto de renovar seus contratos de transmissão para mais duas temporadas. Após quase três meses de conversas, o clube de São Januário tem negociação bastante adiantada com a Rede Globo para estender o vínculo para os anos de 2019 e 2020.

Enquanto a Globo cumpre seu objetivo de antecipar as renovações, o Vasco garantirá um adiantamento de receita para aliviar a situação financeira. A título de "luvas", o time receberá cerca de R$ 40 milhões pela assinatura da renovação.

Tal valor, no entanto, será descontado do valor final do novo contrato de dois anos. O montante milionário ainda respeitará o limite de 30% de adiantamento de receitas do próximo mandato do presidente Eurico Miranda, como impõe o texto do Profut – "proibição de antecipação ou comprometimento de receitas referentes a períodos posteriores ao término da gestão ou do mandato, salvo o percentual de até trinta por cento das receitas referentes ao primeiro ano do mandato subsequente".

O Cruzmaltino será uma das primeiras equipes a aceitar a proposta da Globo.

Ainda que a emissora e o clube evitem falar sobre os valores do novo acordo, a reportagem apurou que a verba deverá ser praticamente a mesma do contrato já assinado pelos vascaínos: R$ 100 milhões/ano de 2016 a 2018.

E se o Vasco já correu para garantir um novo contrato que possibilite um adiantamento de receita para equilibrar as finanças, o mesmo não ocorreu com o Fluminense. O clube das Laranjeiras, que vinha mantendo boas conversas com a Globo nas últimas semanas, acabou por recusar uma proposta apresentada na última sexta-feira.

O presidente Peter Siemsen ainda não aceitou os valores apresentados pela TV e pleiteia um aumento em relação às contas de 2016 a 2018 – cerca de R$ 60 milhões. O Fluminense tenta entrar no grupo dos clubes mais bem pagos atualmente – Flamengo, Corinthians, São Paulo, Vasco, Palmeiras e Santos, nesta ordem.

Fonte: UOL Esporte
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »