Inter diz que só jogará a Primeira Liga em 2016 se contrato de TV for assinado

O clube gaúcho afirma que a falta de um contrato para os direitos de transmissão torna a disputa inviável

18:55

O clube gaúcho afirma que a falta de um contrato para os direitos de transmissão torna a disputa inviável



O Internacional não vai deixar a liga Sul-Minas-Rio, chamada de Primeira Liga, mas também não tem participação garantida no campeonato programado para o ano que vem. O clube gaúcho afirma que a falta de um contrato para os direitos de transmissão torna a disputa inviável. A diretoria do Colorado também se mostrou cética sobre a realização da edição de 2016 de um modo geral.

"O problema é que ainda não houve uma sinalização concreta do contrato dos direitos de transmissão. Aí não existe receita, estamos todos baixando valor de ingresso e jogar só pela renda da bilheteria não vale a pena. Viver só disso não dá. Até agora, há 40 dias dos jogos programados, não se tem o contrato. Só que é um produto interessante. Há ceticismo para (realização) em 2016", disse Vitorio Piffero, presidente do Internacional, nesta terça-feira (15).

O Internacional nunca se mostrou entusiasta da nova competição, mas sempre esteve presente nas reuniões. Assinou ata de fundação e nos primeiros encontros, foi representado por outro dirigente. Somente no quarto encontro o presidente do clube esteve presente.

"A primeira reunião que eu fui aconteceu na Arena, cheguei lá e ouvi 'então já posso ir buscar um contrato', já estavam montando o calendário e o campeonato. Eu falei 'peraí, e o Gauchão? Como assim?'. No começo eram 19 datas, depois viraram cinco. A liga é uma boa ideia, mas reúne uma série de clubes com objetivos e tamanhos bem diferentes", afirmou.

A posição do Inter, deste modo, fica mais voltada para o âmbito político. Mesmo que outros clubes fundadores tenham liderado com mais ênfase o debate e o fomento da liga.

"A liga é uma chance de se formar um fórum, um novo Clube dos 13. Mas não vejo necessidade de apressar as coisas, de se jogar logo no ano que vem. O Internacional não está fora, mas não vai participar de uma competição deficitária. Se não houver contrato de TV, não vamos jogar. Simples", decretou Piffero.

Na semana passada, o Cruzeiro anunciou que está fora da competição. Flamengo e Fluminense também foram especulados como outros desistentes.

Fonte: UOL Esporte

LEIA TAMBÉM

Flamengo pode deixar Primeira Liga se discussão ficar restrita às cotas de TV

Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »