Corinthians é "goleado" pelo Flamengo nas cotas de TV e vê Palmeiras encostar

Em 2016, o Flamengo deve arrecadar R$ 197,1 milhões, enquanto o Corinthians prevê receber R$ 141 milhões, diferença de R$ 56,1 milhões

16:25

Em 2016, o Flamengo deve arrecadar R$ 197,1 milhões, enquanto o Corinthians prevê receber R$ 141 milhões, diferença de R$ 56,1 milhões

Os goleiros Cássio e Matheus após treino do Corinthians (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Um dos clubes que mais foi beneficiado com os novos contratos de transmissão de jogos em 2012, o Corinthians vive situação diferente passados quatro anos. Se antes estava próximo ao Flamengo, hoje a equipe alvinegra é 'goleada' pelo rival carioca no que se refere as cotas de TV e vê o Palmeiras cada vez mais próximo.

Segundo balanço dos clubes, em 2015 o Flamengo arrecadou R$ 127,8 mihões em receitas de TV contra R$ 118 milhões arrecadados pelo Corinthians na mesma temporada.

A diferença de quase R$ 10 milhões é pequena comparada ao abismo que será na atual temporada com os novos contratos fechados, segundo os orçamentos divulgados pelos clubes. O Flamengo deve arrecadar R$ 197,1 milhões, enquanto o Corinthians prevê receber R$ 141 milhões - diferença de R$ 56,1 milhões.

Não bastasse o abismo para o rival carioca, o Corinthians ainda viu o Palmeiras se aproximar. O clube alviverde prevê arrecadar R$ 137,4 milhões - diferença de R$ 3,3 milhões. A diferença entre eles já chegou a ser de R$ 80,2 milhões em 2012.

O Corinthians tem uma explicação para a diferença ter mudando em relação aos rivais.

"Adotamos uma filosofia conservadora ao preparar nosso orçamento. Cada clube adota um critério para desenvolver o planejamento anual. Nós, no Corinthians, nos baseamos nas receitas que temos certeza de que vamos receber e desconsideramos valores estimados, como venda de pay-per-view ou até a ida ao Mundial de Clubes, que aumentariam e muito nossa receita", diz Emerson Piovesan, diretor financeiro corintiano.

Segundo ele, o objetivo ao formular um "orçamento mais conservador" foi evitar com que o clube some receitas que não são concretas e faça investimentos errados.

"Não podemos fazer dívidas, gastando o que não temos. Adotamos esse pensamento para não acontecer o que ocorreu em gestões passadas, isto é, considerar um valor maior que pode não se confirmar", completou Piovesan.

Até 2011, a negociação do repasse do dinheiro da TV era feita pela TV Globo ao Clube dos 13. A divisão era feita de forma mais igualitária, mas a partir daquele ano as equipes passaram a negociar individualmente. Desde 2012, o Corinthians está entre os clubes que mais tiveram retorno com as cotas de TV. Naquele ano faturou R$ 153,8 milhões. O montante foi proporcionado pela participação alvinegra no Mundial de Clubes.

Já os valores atuais fazem parte do novo contrato de TV fechado com a Rede Globo no ano passado para a transmissão do Campeonato Brasileiro. O acordo é válido até 2018.

Os valores também contabilizam o retorno com a transmissão do Campeonato Paulista. Ano passado os grandes do Estado assinaram um acordo com duração de seis anos. Em outubro, o Corinthians recebeu um adiantamento de R$ 20 milhões - segundo o clube, o valor é referente a pagamento das 'luvas' do novo contrato.

EVOLUÇÃO DA COTA DE TV DOS CLUBES

Flamengo
2012: R$ 114 milhões
2013: R$ 110,9 milhões
2014: R$ 115 milhões
2015: R$ 127,8 milhões
2016: R$ 197,1 milhões

Corinthians
2012: R$ 153,8 milhões
2013: R$ 102,5 milhões
2014: R$ 108, 7 milhões
2015: R$ 118 milhões
2016: R$ 141 milhões

Palmeiras
2012: R$ 73,6 milhões
2013: R$ 76,3 milhões
2014: R$ 80,7 milhões
2015: R$ 85 milhões*
2016: R$ 137,4 milhões

Fonte: balanço financeiro dos clubes
*Valor estimado

Fonte: ESPN.com.br
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »