São Paulo divulga propostas de Esporte Interativo e Globo pelo Brasileirão

O clube vai decidir, em reunião no Conselho Deliberativo, se vai renovar o contrato com a Rede Globo

16:30

O clube vai decidir, em reunião no Conselho Deliberativo, se vai renovar o contrato com a Rede Globo



O São Paulo vai decidir nesta terça-feira (23), em reunião no Conselho Deliberativo, se vai renovar o contrato com a Rede Globo para os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2019.

A informação foi dada pelo dirigente do clube paulista, Ataíde Gil Guerreiro, ao Blog do Menon, do Uol, que ainda explicou em detalhes as ofertas da Globo e do Esporte Interativo.

Veja abaixo:

"Já que vocês têm abordado o assunto TV, a Globo assinou com CORINTHIANS – Atlético Mineiro – Cruzeiro Vasco – Botafogo- Vitoria e Sport Recife assim: Empréstimo de 40 milhões com devolução à partir de 2.019 com juros e correção. Redução de 25 por cento nos contratos de tv aberta em 2.016:7/8.

Fez esta mesma proposta para o SPFC. Não aceitamos e estendemos a negociação inclusive com o Esporte Interativo. Hoje não decidimos ainda, a decisão será terça no Conselho Deliberativo, temos duas propostas:

Globo: Contrato de 2019 a 2024 - Luvas 60 milhões (não é empréstimo) Não reduzir os contratos atuais como os outros clubes assinaram. A partir de 2019 acabar com os privilégios do Corinthians e do Flamengo.

A distribuição da tv aberta e tv fechada de 1 bilhão e 100 milhões será assim: 40 por cento dividido pelos 20 clubes igualmente , 30 por cento pela classificação no campeonato e os outros 30 por cento pela exposição na TV. Esta distribuição e a maior vitória do SPFC.

Esporte Interativo: 40 milhões de luvas. 560 milhões apenas para a tv fechada com a seguinte distribuição: 50 por cento dividido igualmente entre is 20 clubes. 25 por cento na classificação no campeonato 25 por cento exposição na tv medida pelo Ibope. Se houver retaliação da Globo na tv aberta o Esporte Interativo nos indenizará.

A decisão será terça no Conselho Deliberativo. Só sinto que a nossa luta beneficiará também os clubes que sucumbiram e assinaram contratos lesivos aos seus interesses. É a falta de uma associação ou liga forte que defendesse os interesses dos clubes, os legítimos donos do futebol."

Globo x EI chega ao elenco são-paulino

A discussão sobre se o São Paulo deve assinar com Globo ou Esporte Interativo (EI) chegou ao elenco do São Paulo.

Segundo o Blog do Perrone, do UOL, o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, disse aos jogadores na última sexta-feira (19) que a renovação com a Globo renderá dinheiro suficiente para garantir os pagamentos em dia até o fim do ano.

O novo contrato com a Globo valeria a partir de 2019, mas, se o Conselho Deliberativo aprovar o acordo, a emissora carioca pagará R$ 60 milhões de luvas pelos contratos em TV aberta e fechada - R$ 20 milhões a mais do que o EI oferece de luvas só pela TV fechada.

Segundo a direção do São Paulo, essa quantia garante que não haverá mais atrasos nos pagamentos aos atletas em 2016. O fato é usado pela cúpula são-paulina para convencer os conselheiros a votarem a favor da Globo. Segundo eles, o elenco está ansioso para ver o contrato ser assinado e ter a certeza de que o aperto financeiro não se repetirá. Hoje, há um mês de direito de imagem atrasado.

Os cartolas acreditam que existe um movimento da oposição contra a aprovação só para provocar caos no Morumbi. Esse grupo estaria interessado em dificultar a assinatura com as duas emissoras. E contra-atacam afirmando que a reprovação afetaria diretamente a promessa feita pelo presidente aos atletas.

“Se alguém da direção falou que vamos fazer isso, disse bobagem. Nunca teríamos uma posição (sobre as propostas da Globo e do EI) sem ouvir a diretoria”, afirmou Newton Luiz Ferreira, o Newton do Chapéu, ex-candidato à presidência e integrante de um dos grupos de oposição no clube. Ele disse que só vai tomar uma posição depois que ouvir as duas propostas.

Na reunião, será apresentado um quadro comparativo com as ofertas. Mas, no entendimento da cúpula do clube, só a da Globo pode ser referendada, já que a do EI não foi aceita pela diretoria. Se a maioria do conselho votar contra, uma nova reunião teria que ser marcada para referendar um eventual acordo com o EI. Nesse caso, o São Paulo pode de novo ter problemas para pagar em dia os jogadores.

Da Redação/Portal Mídia Esporte
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »