Header Ads

América-RN e ABC analisam proposta do Esporte Interativo por Brasileirão

Oferta do EI vale apenas para a TV fechada a partir de 2019

Oferta do EI vale apenas para a TV fechada a partir de 2019



Por Novo Jornal (Norton Rafael) - Dirigentes de América e ABC vão se reunir nos próximos dias com representantes do Esporte Interativo para negociar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2019. As reuniões estão marcadas para acontecer durante o mês de abril.

A tendência é de que os dois principais clubes do estado aceitem a proposta que será feita pelo canal do grupo Turner e passem a englobar o bloco que se desmembrou da Rede Globo. A emissora carioca ainda não procurou as equipes locais para discutir a renovação contratual dos direitos de transmissão das séries A e B referentes à TV fechada. As transmissões no pay-per-view e na TV aberta continuarão sendo feitas pela Globo.

Atualmente, as equipes potiguares têm em vigência um contrato com o Esporte Interativo para a transmissão do Campeonato Potiguar e da Copa do Nordeste e com a Globo para transmissão de jogos válidos pelas duas principais divisões do futebol nacional. A duração da parceria com o EI vai até 2023 enquanto que a da Rede Globo se encerra em 2018.

De acordo com o presidente do ABC, Judas Tadeu, a parceria feita com o Esporte Interativo tem sido vantajosa para o clube. Nesse primeiro semestre, o canal transmitiu todos os jogos do alvinegro no Campeonato Potiguar e na Copa do Nordeste e transmitirá as partidas da Série C deste ano. “É uma exposição importante para o clube. Estamos fortalecendo nossa marca para todo o país”, avaliou.

Além disso, mensalmente o Esporte Interativo paga ao Elefante valores referentes ao acordo das cotas de televisão. “Em março, recebemos R$ 22,5 mil do EI. Esse montante devia ser maior, mas a diretoria passada optou por fazer uma antecipação de receita televisiva e comprometeu o que recebemos nesta temporada”, disse Tadeu.

A situação do América é semelhante. Assim como no caso do ABC, todos os jogos do Dragão no primeiro semestre deste ano serão transmitidos pelo Esporte Interativo, com exceção dos jogos da Copa do Brasil.

Segundo o presidente rubro, Beto Santos, apesar do clube ainda esperar a posição da Rede Globo, a tendência é de que seja sacramentado o acordo com o Esporte Interativo. “Eu e o ex-presidente Eduardo Rocha marcamos uma reunião com um executivo do EI para o próximo mês”, disse.

Na tarde desta quinta-feira (30), o Esporte Interativo anunciou um acordo com o Fortaleza, clube que assim como ABC e América disputa a Série C do Brasileirão nesta temporada, pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2019. Embora os valores da negociação não tenham sido divulgados oficialmente, é provável que o Leão receba R$ 5,5 milhões fixos por ano pelo acordo, além de luvas e premiações.

Além do Fortaleza, outros oito clubes já fecharam com o EI, entre eles Santos, Ceará e Bahia. A expectativa do canal é de fechar com pelo menos 15 times.

Proposta do Esporte Interativo

A ideia do EI é de revolucionar o modelo de partilha das cotas de televisão no país. Atualmente, Corinthians e Flamengo ficam com a maior fatia do montante pago pela TV Globo aos clubes. Modelo que o canal do grupo americano Turner pretende abolir.

Hoje, o valor pago pela atual detentora dos direitos do campeonato para a transmissão em TV fechada corresponde a 3% do total desembolsado com as cotas anuais.

O Esporte Interativo propôs uma partilha aos moldes do que é feito atualmente na Premier League – o Campeonato Inglês. O canal pretende dividir o valor total da seguinte forma: 50% de maneira igualitária, 25% de acordo com desempenho técnico e outros 25% a partir da audiência. Esse foi um pedido das equipes, que bateram o martelo também no total a ser dividido: cerca de R$ 600 milhões.

Também foi deliberada na reunião a questão do horário das partidas. O Esporte Interativo se comprometeu em abolir os jogos às 22h no meio de semana, faixa que desagrada os clubes e afasta o torcedor do estádio.

A Rede Globo, com a investida do EI, anunciou que vai aumentar o valor pago aos clubes pelos direitos de transmissão na TV fechada. A proposta, contudo, ainda é inferior a feita pela Turner.

Alguns dos principais times do futebol nacional, como São Paulo, Corinthians e Grêmio, optaram por permanecer com a Globo mesmo tendo na mesa a proposta do EI. Os clubes temem uma retaliação da empresa dos Marinho caso escolham pelo novo canal.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).
Tecnologia do Blogger.