Ex-desafeto, Ricardinho se sente isento para criticar Bernardinho na Record

O atleta, que vai estrear como comentarista de vôlei da emissora na Olimpíada, reafirma que a crise foi superada

19:51
Foto: Divulgação/Record

Prestes a estrear como comentarista de vôlei da Rede Record, Ricardinho disse que se sente tranquilo para eventualmente criticar o trabalho do ex-desafeto Bernardinho, técnico da seleção masculina de vôlei.

Em entrevista ao UOL, o atleta, que há quase 10 anos atrás foi afastado da seleção às vésperas da estreia no Pan-Americano de 2007, reafirma que a crise foi superada, negando que tenha qualquer ressentimento com o treinador.

“Me sinto isento, totalmente à vontade, em fazer alguma observação mais crítica ao trabalho dele em quadra. Se eu precisar criticar, farei. Estarei lá para comentar o jogo que eu vir. Espero que ninguém interprete isso como rusga do passado. Mas se o fizerem, seremos os primeiros a rir disso”, afirma o levantador.

Ricardinho assinou contrato com a Record no início do mês de abril. Ele começará a gravar pilotos nas próximas semanas, na sede da emissora em São Paulo. Entusiasmado, ele acredita que ficará ainda mais ansioso quando receber a credencial que lhe dará acesso ao parque olímpico.

“O fato de eu ainda ser atleta torna a situação mais interessante, porque me sinto como se eu pudesse estar lá. Vou estar mais quente, acho que até meio ofegante”, acredita ele, que hoje atua no Ziober Maringá. “Não vai ter um distanciamento de quem já parou”, completou.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »