Header Ads

Turner não fecha negócio com Band e fica sem futebol na TV aberta

Acordo era visto como estratégico para o grupo, que comprou o canal Esporte Interativo no ano passado


O grupo Turner, braço televisivo da Time Warner, não chegou a um acordo com a TV Bandeirantes para a governança que viabilizaria a entrada do conglomerado norte-americano de mídia na gestão da rede brasileira.

+ Fundador do Esporte Interativo, Edgar Diniz garante que não deixará de vez o canal

+ Neto faz comentário ofensivo sobre estádio do Vitória e clube promete abrir processo

Segundo informações do site Lancenet, não ficou claro como a Turner, que passaria a ter 30% do capital da Band (limite estabelecido pela lei brasileira) poderia, de fato, exercer o comando da emissora, o que provocou o recuo do grupo.

O negócio era visto como estratégica para a Turner entrar na transmissão de eventos esportivos na TV aberta e as negociações com a Band teriam motivado o fim da parceria da emissora paulista com a Globo na transmissão do Campeonato Brasileiro.

A Turner, que comprou o canal Esporte Interativo no ano passado, adquiriu os direitos de transmissão da UEFA Champions League e dos jogos de 15 clubes no Campeonato Brasileiro a partir de 2019. Hoje, a programadora disputa com a Globo pelos direitos do Campeonato Carioca e da Copa do Brasil.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.