Fox Sports exibe entrevista com Amaral e Edmundo no "Aqui com Benja!" deste sábado

Os ex-jogadores palmeirenses falarão sobre o título Paulista de 1993, conquistado em cima do Corinthians

17:05
Crédito: Fox Sports/Divulgação

O Fox Sports exibe na madrugada de sábado para domingo (12), às 02h, o programa “Aqui com Benja!”. A atração apresentada por Benjamin Back recebe os ex-jogadores palmeirenses Amaral e Edmundo, para comemorar os 23 anos do título Paulista de 1993, conquistado em cima do Corinthians, no Morumbi.

O eterno “Animal” falou sobre um possível racha no elenco da época e do técnico Vanderlei Luxemburgo. “Apesar de ser o melhor treinador que tive, o Luxemburgo, mesmo consagrado, é inseguro até hoje. Naquela época elegeu seus pilares dentro do grupo: César Sampaio, Zinho e Antônio Carlos - parecendo que o grupo estava rachado. Havia uma diferença? Sim, porque enquanto alguns eram novos, com fama e dinheiro; outros já eram pais de família. Na verdade, éramos muito unidos e amigos apesar do contraste. Uns eram da igreja e outros do pagode”, afirmou.

Tido como xodó pelos jogadores daquele emblemático time, Amaral comentou sobre o papel do técnico fora de campo “No primeiro jogo fui expulso e nós perdemos para o Corinthians. Houve a concentração em Atibaia e o Luxemburgo nos blindou fortemente. Quando ele deu a palestra e começou preleção, olhei para os companheiros e senti que não perderíamos aquele jogo”, relatou.

Após 23 anos da conquista do título que tirou o Palmeiras da fila de 16 anos sem conquistas, Edmundo traçou uma diferença entre os jogadores da época com os de agora. “ Apesar de jovens - eu tinha 22, éramos mais humildes e com desejo comum de vencer no nosso país, hoje o jogador já tem a cabeça fora e existe a nova profissão que é o pai do jogador”, declarou.

Amaral também comparou as gerações. “Antigamente, nosso sonho era poder comprar uma casa para nossa mãe”, disparou. Nesse momento, Edmundo comparou mais uma vez as gerações. “Hoje não tem ambição, o menino conquista a casa da mãe e o primeiro carro, as vezes sem merecer. Não tenho inveja e nem raiva disso, mas é uma diferença”, reiterou.

Com depoimentos e momentos emocionantes, o programa contou com um momento mais que inusitado, Edmundo cantando o hino do Palmeiras. “ Eu não vou nem arriscar, porque nem o hino nacional eu canto direito”, brincou Amaral.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »