Header Ads

Clubes argentinos pedem rescisão do contrato de TV com governo

Dirigentes de várias equipes querem fim do acordo com programa Fútbol Para Todos para renegociar direitos do Campeonato Argentino

Crédito: Getty Images

Os clubes da recém-criada Superliga argentina, que passa a organizar a primeira e segunda divisões do futebol no país, realizaram a primeira reunião na última segunda-feira (18), onde discutiram a possibilidade de romper o contrato com o programa Fútbol Para Todos, do governo argentino.

VEJA TAMBÉM

Futebol argentino pode romper contrato de TV com Governo para assinar com a Turner

De acordo com informações do diário argentino La Nación, a ideia da entidade é renegociar os direitos de transmissão do Campeonato Argentino com emissoras privadas por um valor superior ao atualmente pago pelo governo. Os clubes, inclusive, entregaram uma carta com abaixo assinados pedindo o fim do acordo, em vigor desde 2009.

Na carta, os clubes propõem fazer em curto prazo a venda os direitos do Campeonato Argentino por licitação. A ideia da Superliga seria manter o acordo com o governo até o final deste ano, e abrir em novembro o leilão pelo torneio a partir de 2017.

Na sexta-feira passada (15), um grupo de dirigentes esteve reunido com representantes do governo argentino, onde receberam uma oferta de de 2,5 bilhões de pesos (cerca de R$ 550 milhões) pela próxima temporada do torneio. Porém, os clubes consideraram a proposta "insuficiente".

O principal interessado pela compra dos direitos do Campeonato Argentino é o grupo Turner, dono do canal brasileiro Esporte Interativo, que fez uma oferta de 3 bilhões de pesos (mais de R$ 600 milhões).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.