Clubes argentinos pedem rescisão do contrato de TV com governo

Dirigentes de várias equipes querem fim do acordo com programa Fútbol Para Todos para renegociar direitos do Campeonato Argentino

15:04
Crédito: Getty Images

Os clubes da recém-criada Superliga argentina, que passa a organizar a primeira e segunda divisões do futebol no país, realizaram a primeira reunião na última segunda-feira (18), onde discutiram a possibilidade de romper o contrato com o programa Fútbol Para Todos, do governo argentino.

VEJA TAMBÉM

Futebol argentino pode romper contrato de TV com Governo para assinar com a Turner

De acordo com informações do diário argentino La Nación, a ideia da entidade é renegociar os direitos de transmissão do Campeonato Argentino com emissoras privadas por um valor superior ao atualmente pago pelo governo. Os clubes, inclusive, entregaram uma carta com abaixo assinados pedindo o fim do acordo, em vigor desde 2009.

Na carta, os clubes propõem fazer em curto prazo a venda os direitos do Campeonato Argentino por licitação. A ideia da Superliga seria manter o acordo com o governo até o final deste ano, e abrir em novembro o leilão pelo torneio a partir de 2017.

Na sexta-feira passada (15), um grupo de dirigentes esteve reunido com representantes do governo argentino, onde receberam uma oferta de de 2,5 bilhões de pesos (cerca de R$ 550 milhões) pela próxima temporada do torneio. Porém, os clubes consideraram a proposta "insuficiente".

O principal interessado pela compra dos direitos do Campeonato Argentino é o grupo Turner, dono do canal brasileiro Esporte Interativo, que fez uma oferta de 3 bilhões de pesos (mais de R$ 600 milhões).
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »