Record decide não transmitir a Olimpíada de 2020; saiba o motivo

Em se tratando de esporte, a emissora só tem projetado o Pan-Americano de 2019

15:52
Crédito: Divulgação

A Rede Record vai fazer no Rio de Janeiro a sua última transmissão dos Jogos Olímpicos. Em se tratando de esporte, a emissora só tem projetado o Pan-Americano de 2019, que irá transmitir com exclusividade na TV aberta.

Segundo informações da coluna de Flávio Ricco, já existe a decisão de não fazer a transmissão da Olimpíada de 2020, em Tóquio, no Japão, porque o horário das competições não será conveniente para a emissora da Barra Funda.

A razão oficial alegada pela Record é o risco de não obter retorno comercial à altura, mas na verdade a não exibição dos Jogos de 2020 deve-se ao "aluguel" da sua programação da madrugada para a Igreja Universal.

A Record tem levado ao ar algo em torno de 12 chamadas por dia da Olimpíada do Rio, como única grande ação para a cobertura prevista para o evento, que ocorre em agosto. De todas as envolvidas, é a emissora que tem se mostrado a mais silenciosa.

A emissora deve destinar de 9 a 10 horas da sua grade diária para a cobertura das competições, especialmente na faixa da tarde, a partir das 16h e das 22h até uma da manhã todos os dias, inclusive com um programa especial na faixa da meia-noite.

A Record vai movimentar cerca de 200 profissionais na cobertura da Olimpíada. Entre os nomes já confirmados estão os narradores Lucas Pereira, Eduardo Vaz e Octávio Muniz , além dos comentaristas Ricardo Martins, Ricardinho, Fernando Scherer e Luísa Parente.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »