Header Ads

Paralimpíada tem metade do espaço da cassação de Eduardo Cunha na TV aberta

Paralimpíada não está obtendo o destaque merecido na TV aberta, e não são páreo para os escândalos políticos

Reprodução

O bom desempenho dos atletas brasileiros nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro não está sendo capaz de driblar o destaque do noticiário político em nosso país.

VEJA TAMBÉM

Mais de 23 milhões de pessoas já assistiram à Paralimpíada pela TV

Segundo a jornalista Keila Jimenez, um levantamento realizado pela Controle da Concorrência, que monitora inserções comerciais para o mercado, diz que a Paralimpíada não está obtendo o destaque merecido na TV aberta, e não são páreo para os escândalos políticos.

Entre os dias 12 e 13 de setembro, datas que envolvem a votação do processo de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB), a Paralímpiada ficou em segundo plano. Somando o tempo de exposição dos dois assuntos nos principais programas de Globo, Record, SBT, Band e Rede TV!, nessa data, deu Cunha.

Somadas, as emissoras abertas dedicaram a cassação de Cunha nesses dois dias cerca 6h25. No mesmo período, a Paralímpiada ocupou 3h39 nesses canais, quase metade do tempo.

Entre as atrações que mais dedicaram espaço a Cunha estão o "RedeTV! News", com 33 minutos, "Jornal da SBT", com 27 minutos, o "Café com Jornal", da Band, com 26 minutos, e o "Jornal da Globo", com 23 minutos.

O noticiário que mais tem dedicado espaço aos Jogos Paralímpicos é o "Jornal Nacional", da Globo, com 28 minutos nesse período.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.