Paralimpíada tem metade do espaço da cassação de Eduardo Cunha na TV aberta

Paralimpíada não está obtendo o destaque merecido na TV aberta, e não são páreo para os escândalos políticos

16:44
Reprodução

O bom desempenho dos atletas brasileiros nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro não está sendo capaz de driblar o destaque do noticiário político em nosso país.

VEJA TAMBÉM

Mais de 23 milhões de pessoas já assistiram à Paralimpíada pela TV

Segundo a jornalista Keila Jimenez, um levantamento realizado pela Controle da Concorrência, que monitora inserções comerciais para o mercado, diz que a Paralimpíada não está obtendo o destaque merecido na TV aberta, e não são páreo para os escândalos políticos.

Entre os dias 12 e 13 de setembro, datas que envolvem a votação do processo de cassação do deputado Eduardo Cunha (PMDB), a Paralímpiada ficou em segundo plano. Somando o tempo de exposição dos dois assuntos nos principais programas de Globo, Record, SBT, Band e Rede TV!, nessa data, deu Cunha.

Somadas, as emissoras abertas dedicaram a cassação de Cunha nesses dois dias cerca 6h25. No mesmo período, a Paralímpiada ocupou 3h39 nesses canais, quase metade do tempo.

Entre as atrações que mais dedicaram espaço a Cunha estão o "RedeTV! News", com 33 minutos, "Jornal da SBT", com 27 minutos, o "Café com Jornal", da Band, com 26 minutos, e o "Jornal da Globo", com 23 minutos.

O noticiário que mais tem dedicado espaço aos Jogos Paralímpicos é o "Jornal Nacional", da Globo, com 28 minutos nesse período.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »