Venda da Time Warner poderá refletir no Esporte Interativo; entenda

Grupo norte-americano foi vendido à gigante da telefonia que controla a Sky no Brasil

15:49
Reprodução
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A venda bilionária do grupo de mídia Time Warner para a gigante da telefonia americana AT&T, anunciada no último sábado (22), pode respingar no Esporte Interativo, rival do SporTV pelos direitos do Campeonato Brasileiro 2019-24.

Segundo informações do jornalista Eduardo Ohata, o grande problema é que a Lei 12.485, que trata da TV paga no país, proíbe o cruzamento das atividades de programação e distribuição.

A AT&T adquiriu a DirecTV, controladora da Sky no Brasil, há dois anos; e a Time Warner e o grupo Turner, dono do Esporte Interativo, se fundiram na década de 90. Ou seja, Esporte Interativo e Sky agora são propriedades do mesmo grupo.

Vale lembrar que foi por causa da legislação brasileira que a Sky descontinuou há alguns anos seu canal esportivo no Brasil, o Sports+, que chegou a ter os direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões, da NBA e de torneios de tênis. O canal entrou na mira do governo justamente por ser propriedade da Sky. Propriedade exclusiva ou majoritária, nesse caso, são vetadas pela legislação nacional.

Nos EUA é esperado que a autoridade reguladora aponte quais propriedades deverão ser negociadas pelo novo grupo.

Procurado pela fonte, o Esporte Interativo não se pronunciou até o momento sobre o assunto.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »