CBF negocia venda de direitos de amistosos da seleção e quer faturar R$ 6 mi por jogo

Entidade conversa desde janeiro de emissoras e agências de marketing interessadas em fazer propostas

3/27/2017 05:14:00 PM
CBF liberou sinal do amistoso contra a Colômbia como uma degustação ao mercado (Foto: Ricardo Stuckert / CBF)
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O ótimo momento da Seleção Brasileira deve ajudar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a faturar um grande valor na negociação dos direitos de transmissão dos amistosos do time nacional. Essa é aposta dos dirigentes da entidade.

Segundo informações do jornal 'Folha de S. Paulo', os cartolas da CBF conversam desde janeiro com executivos de emissoras e agências de marketing interessadas em fazer propostas.

Até dezembro, a Globo tinha a exclusividade na exibição dos amistosos. Com o encerramento do contrato, a entidade está disposta a fechar novas parcerias. A intenção é dividir os direitos e vendê-los para cada plataforma (TV aberta, fechada e internet).

A boa fase do time nacional valorizou ainda mais a negociação. A equipe comandada por Tite já tem oito vitórias seguidas e lidera as eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, com sete pontos de vantagem para o Uruguai, que está em segundo.

O valor do pacote segmentado ainda não foi fechado. Em janeiro, a CBF fez o amistoso contra a Colômbia, no Engenhão, como uma degustação ao mercado.

Como a Globo não quis aceitar pagar R$ 6 milhões para exibir a vitória da seleção apenas com atletas que atuam no país, a entidade liberou o sinal na tentativa de conseguir novas ofertas. Dezenas de emissoras no país e no exterior exibiram o confronto. O próprio canal da confederação exibiu a partida pelo Facebook.

Com a possibilidade de fatiar os direitos para várias empresas, a entidade quer arrecadar mais de R$ 6 milhões por jogo.

Já as partidas de competição do Brasil - nas eliminatórias e na Copa do Mundo - estão garantidas pela Globo, que tem acordo com a Fifa até o Mundial de 2022.

A negociação para a venda dos direitos de transmissão está sendo lenta. A ideia dos executivos da CBF é fechar negócio com os interessados até o final de maio.

Caso não aconteça, a confederação poderá gerar novamente as imagens de amistosos na Austrália em junho - um com os donos da casa e outro com a Argentina. A exibição dos jogos pelo seu canal virtual não está descartada.
Quer receber notícias do Portal Mídia Esporte pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »