Header Ads

Superliga Masculina de Vôlei terá todos os jogos transmitidos pela internet

CBV cedeu à pressão dos clubes e vai promover mudanças importantes na temporada 207/18 da Superliga Masculina

Divulgação
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Após sofrer uma forte pressão dos clubes, a CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) cedeu e vai promover mudanças importantes na temporada 207/18 da Superliga Masculina de Vôlei, segundo informações do jornal 'O Estado de S. Paulo'.

No tocante à transmissão, todos os jogos serão exibidos pela internet desde que os clubes apresentem estrutura suficiente para isso. Além disso, os direitos internacionais serão comercializados e retornarão para as equipes. As mudanças foram exigidas por representantes de três clubes: Montes Claros, Taubaté e Cruzeiro.

Na temporada passada, a CBV fez a transmissão de algumas partidas em sua página no Facebook em “caráter de teste para implantação de um calendário de exibições pelos canais da CBV”.

A polêmica envolvendo transmissões de jogos da Superliga ganhou força no começo de fevereiro. O jogador Murilo Endres, do Sesi, reclamou publicamente que o clube havia sido proibido pela CBV de transmitir um jogo pela internet.

A partir da temporada 2017/18, a Superliga Masculina terá um calendário mais longo - de outubro até a segunda quinzena de maio - e a decisão será em 3 partidas, decretando o fim do jogo único.

A Superliga Feminina, em contrapartida, não entrou em pauta.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.