Header Ads

Pacote de direitos de TV da Seleção incluía privilégios à emissora que os adquirisse

CBF deu ênfase à facilidade de acesso à seleção brasileira

Reprodução

A CBF incluiu em seu pacote oferecido durante as negociações dos direitos de transmissão dos jogos da seleção brasileira até 2022 um ''tratamento privilegiado'' à emissora de TV que os adquirisse. Segundo o blog de Eduardo Ohata, as conversas entre a confederação e as emissoras se arrastaram durante semanas.

Durante o período de negociação, representantes da CBF apresentaram uma série de motivos para a aquisição dos direitos. Uma das vantagens citadas era o ''tratamento privilegiado, porém sem exclusividade'', para a equipe da emissora na cobertura da seleção. A lógica era de que o privilégio facilitaria ao parceiro construir uma robusta programação de apoio para os jogos a ser exibidos por ele.

A confederação deu ênfase à facilidade de acesso à seleção brasileira para eventuais filmagens adicionais. Também foi citado o acesso ao hotel e treinos (mediante credenciamento com a Fifa, Conmebol ou CBF). Já sobre as questões de logística, a CBF ofereceria à emissora vencedora ingerência na decisão do horário do pontapé inicial dos jogos.

Em contrapartida, a CBF exigiu responsabilidade da produção das partidas que forem disputadas no Brasil e pagamento de taxa no caso dos jogos disputados fora de casa. A entidade também pedia a exibição do cronômetro da CBF, provavelmente para permitir a exposição da marca de seus parceiros comerciais.

Além disso, os representantes da CBF lembraram às emissoras que a audiência dos jogos da seleção na TV aberta supera, além dos mais variados eventos esportivos, grandes atrações da programação não-esportiva, como novelas da Globo e da Record, o ''Jornal Nacional'', os reality shows ''Masterchef'', da Band, e ''Big Brother'', da Globo, e o programa ''Silvio Santos'', do SBT, entre outros.

Na sexta-feira passada (27), o Grupo Globo anunciou a aquisição dos direitos dos jogos da seleção em TV aberta, TV paga e pay-per-view em uma negociação direta com a CBF. No leilão realizado em agosto, a Globo já tinha comprado os direitos para a internet.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.