Header Ads

E se a nova divisão de cotas da Globo na Série A já valesse em 2018? Veja a projeção

Forçada pela entrada do Esporte Interativo na TV por assinatura, a Globo resolveu adotar um sistema inspirado na Premier League

Reprodução

O formato de distribuição de cotas do Campeonato Brasileiro, a partir da entrada do Esporte Interativo na TV por assinatura, mudará em 2019. Forçada pela concorrência, a Globo resolveu adotar um sistema inspirado na Premier League - 40% em parcelas iguais, 30% em rendimento e 30% em audiência.

Numa projeção das cotas da Série A de 2018 a partir do modelo da Globo previsto para 2019, ao invés de um hiato de R$ 142 milhões no atual sistema de (oito) castas entre a maior cota (Flamengo e Corinthians) e a menor (América-MG, Ceará e Paraná), a diferença máxima no novo formato seria de R$ 79 milhões entre o atual campeão/maior cotista (Corinthians) e 4º lugar da Série B/menor cota (Paraná), uma redução de 44%.

Nesta projeção, a única ressalva é a receita do SporTV, incorporada ao montante, mas que seria repassada apenas aos contratados da Globo, claro. Também é importante lembrar que essa demonstração é referente apenas às cotas fixas, pois há o rateio de R$ 500 milhões no PPV, através do Premiere, até então calculado pelo número de assinantes apurado em pesquisa do Datafolha.

Veja nas imagens abaixo como ficaria a distribuição das cotas (créditos: Blog de Cássio Zirpoli, do "Diário de Pernambuco"):





Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.

PUBLICIDADE





Tecnologia do Blogger.