Header Ads

Colunista critica falta de investimento do Esporte Interativo em outros eventos além da Champions League

Nesta quinta-feira (3), o jornalista Flávio Ricco, do UOL, publicou em sua coluna um ponto importante sobre a situação do canal Esporte Interativo, que ainda não conseguiu entrar nas maiores operadoras de TV por assinatura.

Divulgação

Nesta quinta-feira (3), o jornalista Flávio Ricco, do UOL, publicou em sua coluna um ponto importante sobre a situação do canal Esporte Interativo, que ainda não conseguiu entrar nas maiores operadoras de TV por assinatura.

O colunista lembra que caso o Grupo Turner, através do EI Maxx, não consiga levar a UEFA Champions League para as grandes operadoras, o torneio deverá contar, pelo menos por aqui, com uma base de apenas 540 mil assinantes, segundo projeção de fontes do mercado.

Ele ainda avalia que o jogo de empurra entre a emissora e as operadoras é um assunto que deveria receber um tratamento mais cuidadoso das autoridades responsáveis, ainda mais pelo tamanho do dinheiro em jogo. Para a Turner, será um pesadelo ter a Champions fora da Sky e da Net.

Por fim, Flávio Ricco questionou a falta de investimento feito pela Turner no Esporte Interativo. Para ele, até agora não há nenhum outro grande evento atrativo na sua programação além da Champions League. A salvação será adquirir os direitos do Campeonato Inglês, cuja licitação sairá nos próximos dias. É questão de sobrevivência.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).
Tecnologia do Blogger.