Globo quer antecipar renovação dos direitos do Brasileirão, mas clubes rejeitam

Com receio de que haja uma eventual mudança de cenário, a Rede Globo está procurando os clubes para tentar antecipar a renovação do contrato de TV do Campeonato Brasileiro até 2020. A emissora carioca detém os direitos de transmissão até 2018.

17:30
Presidentes em reunião na sede da CBF (Foto: CBF/Divulgação)

Com receio de que haja uma eventual mudança de cenário, a Rede Globo está procurando os clubes para tentar antecipar a renovação do contrato de TV do Campeonato Brasileiro até 2020. A emissora carioca detém os direitos de transmissão até 2018.

LEIA MAIS
ESPN oficializa interesse por torneio da Liga Sul-Minas-Rio

Segundo o site da ESPN, a Globo mantém desde o mês passado reuniões para tentar se antecipar a um possível avanço de concorrentes e alteração no calendário com o fortalecimento da Liga Sul-Minas-Rio. As conversas estão prosseguindo nesta semana.

Ao todo, 18 times contam com acordo com a emissora por mais três temporadas: Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo, Grêmio, Inter, Atlético-MG, Cruzeiro Coritiba, Atlético-PR, Goiás, Bahia, Vitória e Sport.

A Globo teme que a Liga Sul-Minas-Rio se torne, de fato, embrião de uma liga nacional. Na semana passada, em visita ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, os dirigentes dos clubes da Liga pediram que o executivo da Globo Esportes, Marcelo Campos Pinto, que também se encontrava no prédio, não participasse da discussão. Record, ESPN e Esporte Interativo são algumas das interessadas no campeonato.

Além disso, o Esporte Interativo também ameaça a Globo na disputa pelos direitos da Série B. O atual contrato da emissora carioca se encerra apenas no fim de 2017, mas o objetivo é concluir as conversas ainda neste mês.

A recepção dos clubes procurados até o momento pela Globo para estender o contrato do Brasileirão até 2020 inicialmente não foi positiva. Entre as divergências, está o detalhe de que a prorrogação do acordo não viria acompanhada de um grande valor de luvas. O bônus pela renovação anterior chegou a R$ 30 milhões na época.

A Globo ainda perdeu um dos trunfos que carregava no passado para manter as equipes ao seu lado: o adiantamento de receitas. A emissora deixou de antecipá-las após ser acionada na Justiça a pagar dívida não honrada pelo Botafogo em empréstimo.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »