Header Ads

Combate vê concorrência do Esporte Interativo no MMA de forma positiva

Para o gerente de negócios do Combate, Daniel Quiroga, a concorrência é bem vinda para qualificar o mercado de MMA

Para o gerente de negócios do Combate, Daniel Quiroga, a concorrência é bem vinda para qualificar o mercado de MMA



Nos últimos anos, o canal Combate, da Globosat, viu chegar a concorrência do Esporte Interativo nas transmissões de MMA, que até então eram praticamente exclusivas dela.

Porém, o gerente de negócios do Combate, Daniel Quiroga, vê como positiva a entrada do canal esportivo da Turner para a cobertura do MMA. “Do ponto de vista do consumidor é muito bom, pois tem mais uma oferta de conteúdo esportivo para a sua decisão de consumo”, disse o executivo ao site Meio e Mensagem.

Ainda segundo Quiroga, a concorrência é bem vinda para qualificar o mercado de MMA. “Quantos mais players de esporte atuarem no mercado, melhor é a oferta de emprego e negócios para os profissionais que atuam nesse segmento. E no final das contas, o próprio consumidor é quem vai ditar as regras do jogo, dizer o que é relevante ou não para prender sua atenção”, conclui.

O Combate vem atuando em várias frentes para contribuir no desenvolvimento do MMA no Brasil. Em janeiro, lançou um projeto em parceria com o lutador Rodrigo Minotauro e a Cufa para buscar novos talentos nas comunidades do Brasil.

Além disso, o canal pay-per-view de lutas do Grupo Globo adquiriu recentemente os direitos de transmissão do WGP, evento de kickboxing que foi exibido nos últimos anos pelo próprio Esporte Interativo.

Da Redação/Portal Mídia Esporte


Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.