José Silvério revela ter ajudado a "batizar" o Audax

Clube sensação do Paulistão teve seu nome "apadrinhado" pelo narrador da Rádio Bandeirantes

13:36

Por Band.com.br (Livia Camillo) - O Audax tem um padrinho conhecido dos amantes do rádio: José Silvério. O narrador da Rádio Bandeirantes foi o primeiro a narrar um gol do time, porém, fora do ar. Isso porque a narração foi "apenas" para ajudar a definir o novo nome da equipe que, por mais de 20 anos, se chamou Pão de Açúcar Esporte Clube.

"Narrei os gols em uma gravação de estúdio, na Bandeirantes. Depois disso só narrei um jogo do Audax, que foi contra o Corinthians, no começo do Campeonato Paulista deste ano. Porém, o Audax não fez gol", contou o locutor ao Portal da Band.

A mudança foi consequência do crescimento do clube. Por chamar Pão de Açúcar, as transmissões para os jogos do alvi-rubro se tornaram um problema. Com isso, José Carlos Brunoro, ex-diretor de futebol do Audax, e Abílio Diniz, ex-dono e fundador, mudaram o nome da equipe para Audax SP Esporte Clube, em 2011.

"Algumas emissoras não falariam Pão de Açúcar nas transmissões, então Abílio e Brunoro resolveram mudar. Eram duas opções de nome, além de Audax, e me pediram para narrar um gol com cada um deles. Audax foi o que eles mais gostaram na minha voz. Basicamente, sou um padrinho", afirmou Silvério.

"Conheci o Brunoro na época do clube Santo André-Pirelli, que era supercampeão de vôlei. Eu fiz uns trabalhos de divulgação para a Pirelli e o Brunoro era treinador da equipe masculina. Muito anos depois, ele me pediu pra fazer esse trabalho no Audax", contou.

Audax, adaptação de audaz, foi inspirado em um clube chileno, segundo Brunoro.

"Fizemos uma pesquisa para saber qual palavra era um 'sinônimo' da marca Pão de Açúcar. Chegaram à conclusão de que a palavra 'audaz' era a que mais se encaixava. Não gostei muito da sonoridade e lembrei que, no Chile, tem um clube chamado Audax Italiano", disse ao Portal da Band.

"Quando mostrei as gravações do Silvério para a equipe, todo mundo gostou", disse.

Audax, o time audacioso

O Audax mudou de nome pela segunda vez em 2013, quando foi vendido pelo grupo Pão de Açúcar ao Grêmio Osasco, passando a se chamar Grêmio Osasco Audax. No entanto, o nome que "pegou" mesmo foi simplesmente Audax.

Mas nem mesmo as constantes mudanças impediram que o clube crescesse. Com um futebol audacioso (com perdão do trocadilho) e sob o comando do treinador Fernando Diniz, a equipe chegou à final do Paulista com grandes chances de conquistar o título em cima do Santos.

"Eu acho que o Audax já é um vencedor. Chegar aonde chegou com o tempo de existência que tem. E só o fato de estar na final, já é alcançar um objetivo", disse Brunoro.

"É claro que, com o fim do campeonato, as coisas mudam. Jogadores terão propostas de outras equipes, o treinador, Fernando Diniz, também deve ser chamado por outros clubes. Porém, acredito que o Audax já tem seu estilo de jogar consolidado. Acredito que ele deve continuar sendo o que é com os mesmo elementos. Afinal, já tem uma estrutura bem elaborada", finalizou.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »