Audiência da ESPN cresce 35% com transmissão do Super Bowl 51

Exibição da final da NFL impactou mais de 754 mil pessoas com TV paga no último domingo (5)

2/07/2017 10:13:00 PM
Tom Brady, do New England Patriots, levanta troféu de campeão do Super Bowl 51
(Foto: Kevin Jairaj-USA TODAY Sports/Getty Images)
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A ESPN quebrou um recorde histórico de audiência com a transmissão exclusiva na TV por assinatura do Super Bowl 51, disputado no último domingo (5) entre New England Patriots e Atlanta Falcons.

Durante a exibição da partida, a ESPN foi líder entre todos os canais da TV paga e registrou um aumento de 35% no comparativo com a edição 2016. A transmissão completa do Super Bowl impactou mais de 754 mil pessoas com TV paga.

Cada talespectador acompanhou a final da liga de futebol americano, em média, por aproximadamente 1h32min. Entre o público masculino de 25 a 34 anos, a audiência registrada foi 54% superior em comparação ao último ano. Além disso, quatro em cada dez pessoas que acompanharam o evento foram mulheres.

Além dos recordes de audiência na TV, o WatchESPN, plataforma de streaming e vídeos sob demanda da ESPN, obteve mais do que o dobro de acessos no comparativo com o dia do evento em 2016 - sua melhor marca na transmissão de um evento. No portal ESPN.com.br, mais de 600 mil pessoas acessaram conteúdo sobre a decisão da NFL.

Nas redes sociais, o Twitter registrou mais de 179 mil menções da hashtag #SuperBowlNaESPN que exibia um emoji exclusivo criado para o evento. O Super Live, transmissão ao vivo via Facebook criado especialmente para o Super Bowl, exibiu os bastidores da narração de Everaldo Marques e Paulo Antunes com dados e estatísticas para mais de 195 mil usuários.

A transmissão do Super Bowl na ESPN também rendeu ótimos resultados nos cinemas, em parceria com a rede Cinelive. A ocupação média foi de 70% da capacidade das salas.

“É gratificante ver o sucesso da NFL na ESPN. Fomos o primeiro canal a investir e acreditar na modalidade, há mais de 20 anos. Sempre ajudamos os fãs de esporte a entender e gostar do futebol americano e os resultados estão diretamente relacionados com esse trabalho. Por esse motivo temos crescido em todas as plataformas ano após ano”, destaca German Hartenstein, diretor geral da ESPN.

Os números são do Kantar Ibope Media e são referentes a um seleto público de telespectadores com TV por assinatura no PNT (Painel Nacional de Televisão - que abrange 15 regiões metropolitanas do país).
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »