Header Ads

Globo conversa com CBF sobre padronização das transmissões do Brasileiro

Ideia é repetir o modelo bem-sucedido da Premier League, Liga dos Campeões e Copa do Mundo

Foto: EC Vitória/Divulgação

A CBF está conversando com a Rede Globo sobre a criação de um padrão único nas transmissões televisivas do Campeonato Brasileiro. A ideia da entidade é repetir o modelo bem-sucedido da Premier League, Liga dos Campeões e Copa do Mundo.

De acordo com o jornalista Rodrigo Mattos, essa padronização se daria por meio de uma fonte só de imagens com gráficos padrão para cada competição. O diretor de competições da CBF, Manoel Flores, revelou a ideia de criar um feed único. A Globo vê com simpatia o projeto e provavelmente deve implementá-lo no futuro, ainda sem data definida.

CBF e Globo já chegaram a um consenso sobre padronizar as imagens da Copa do Brasil e da Série B porque houve renovações dos dois contratos recentemente e o tema entrou em pauta. Daí, surgiu a conversa sobre padronizar também a Série A.

Em contrapartida, o modelo discutido será diferente ao da Copa do Mundo. No caso do Mundial, a HBS, geradora oficial da Fifa, faz todas as filmagens e já coloca gráficos, placar, escalação e logos nas imagens para depois mandar para as emissoras detentoras de direitos. No caso do Brasileirão, a Globo continuaria a ser responsável pelas filmagens, por meio de suas produtoras, já que tem esse direito por contrato.

A ideia da CBF é criar padrões pelos quais o telespectador imediatamente reconheça que aquele é um jogo do Brasileiro. Mas para isso, há duas discussões: custos de produção e propriedade intelectual. As criações de logos e grafismos exclusivos para cada competição envolvem dinheiro e por isso é preciso definir quem pagará. E marcas implicam em pagamentos por direitos de uso, e saber quem será o seu dono.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).
Tecnologia do Blogger.