Header Ads

Alê Oliveira é acusado de racismo contra maquiadora da ESPN, mas informação é negada

Canal, comentarista e funcionária confirmam apenas que houve a briga, que teria acontecido há uma semana

Imagem: Reprodução / ESPN
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O comentarista Alexandre Oliveira, da ESPN Brasil, se envolveu em uma discussão com uma maquiadora da emissora e foi acusado de ter sido racista durante a briga. Segundo o colunista Léo Dias, do jornal "O Dia", o canal teria tomado a decisão de mudar a funcionária de horário após o ocorrido.

Já de acordo com o portal "UOL", a ESPN passou a apurar o caso que teria acontecido há uma semana. A diretoria da emissora confirmou com a maquiadora que a confusão ocorreu, mas a mesma afirmou, mais de uma vez, que não foi vítima de racismo em momento algum.

O canal estaria até disposta a punir Alê Oliveira pelo ato de racismo, caso fosse confirmado, pois não tolera discriminação. Enquanto isso, o comentarista segue normalmente no programa "Bate Bola Debate". Na próxima semana, no entanto, ele não estará na atração, pois entrará de férias, período que havia sido acertado com a diretoria do canal antes da confusão.

Alê Oliveira ficou fora do programa nesta quarta-feira (26). De acordo com o apresentador Bruno Vicari, a decisão foi tomada pela direção devido à briga. O comentarista teria ido à delegacia nesta quarta registrar boletim de ocorrência do caso, e o afastamento se deu porque ele “não tinha cabeça” para participar da atração.

A ESPN não confirma, mas a maquiadora de fato teve seu horário de trabalho alterado. Porém, em nota oficial, a emissora reforçou que é contra qualquer tipo de discriminação e confirmou que a briga aconteceu. “A ESPN tem o respeito à diversidade como um dos pilares de sua cultura organizacional e não tolera qualquer tipo de discriminação. A empresa esclarece que houve um desentendimento entre o comentarista Alexandre Oliveira e uma funcionária da emissora na última semana, sem nenhum tipo de ofensa racial”, disse.

Nas redes sociais, Alê Oliveira postou uma foto ao lado de sua mulher, filha e duas enteadas e ressaltou que a história acabou afetando seus familiares. “Essa é minha família. Simples assim. Todos que me conhecem sabem da minha índole. Uma covardia dessas não me atinge, mas sim as pessoas da minha família que eu tanto amo. Estou com nojo, mas tenho certeza que o bem sempre vence, e os irresponsáveis irão pagar. Obrigado pelo apoio”, escreveu.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).
Tecnologia do Blogger.