Header Ads

ESPN negocia com Globo para exibir highlights da Copa do Mundo

Canal esportivo da Disney não deu por perdida a cobertura do evento e enviará repórteres para a Rússia

Imagem: Reprodução

Após transmitir as últimas três edições da Copa do Mundo para o Brasil e diversos outros países, a ESPN ficou sem os direitos do Mundial de 2018 em todos os 61 países onde trabalha, inclusive os Estados Unidos, país-sede do canal. No entanto, a emissora não deu por perdida a cobertura do evento.

De acordo com o blog 'UOL Esporte vê TV', ainda negocia com a Globo para poder transmitir os highlights (melhores momentos) das partidas. Seria uma forma de manter o evento com maior exposição no canal, que enviará repórteres para a Rússia e ainda deve realizar programas de debate durante toda a programação, como já é a tradição do canal.

“Os preços ficaram altos, pois o Brasil é um mercado muito competitivo e optamos por não transmitir o evento”, explica Mike Walters, vice-presidente de programação da ESPN Internacional, que ainda disse que a cobertura da Copa de 2018 será feita com repórteres que serão enviados à Rússia. “Vamos manter a parte de jornalismo forte, que é a nossa marca. Transmitiremos o que ocorrerá fora dos campos. Só não teremos as partidas”, afirma.

Para compensar a ausência da Copa do Mundo, a ESPN vai concentrar seus esforços para recuperar os direitos da Liga dos Campeões, já que o contrato com o Esporte Interativo acaba no final desta edição. “Nós estamos conversando com a UEFA, pois o contrato com a Turner (dona do Esporte Interativo) acaba e vamos tentar os direitos. Porém é uma negociação que demanda vários fatores”, disse Walters.

A emissora também tem interesse em adquirir os direwitos do torneio Roland Garros de tênis, que também tem o contrato vencendo com a BandSports no próximo ano. “Já transmitimos os outros três Grand Slams (Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos EUA) e claro que interessa transmitir Roland Garros”, afirma o executivo.

Por outro lado, o canal esportivo da Disney está preocupado em relação ao Campeonato Francês, que se valorizou após a chegada de Neymar ao PSG. A ESPN, inclusive, já discute a renovação do contrato e espera uma negociação mais alta para manter os direitos da competição em 2019.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.