Header Ads

ESPN desiste da Copa do Mundo para recuperar Liga dos Campeões

Canal esportivo da Disney quer retomar a transmissão da Liga dos Campeões da Europa, perdida há dois anos para o Esporte Interativo

ESPN desiste da Copa do Mundo para recuperar Liga dos Campeões
Imagem: Reprodução

A ESPN confirmou que não vai transmitir os jogos da Copa do Mundo de 2018. O motivo para o canal esportivo da Disney ter desistido de exibir o Mundial da Rússia é recuperar os direitos de transmissão da Liga dos Campeões da Europa, que a emissora perdeu há dois anos para o Esporte Interativo.

"O fato é que haverá uma competição até o final deste ano para os direitos do torneio a partir de 2018. Precisamos ter claro que direitos de transmissão vão e vem. Há 20 anos que é assim. Sem a Liga dos Campeões ainda fizemos um bom trabalho. Não perdemos audiência por isso. Estamos sempre olhando para os melhores produtos e a Liga dos Campeões é um dos grandes", disse o vice-presidente da ESPN Internacional, Russell Wolff, em entrevista à "Folha de S. Paulo".

Ele também ressaltou o sucesso da transmissão exclusiva de outros torneios, como o Campeonato Inglês, que começou a atual temporada rendendo bons índices ao canal. Entretanto, não descarta dividir os direitos da competição nos próximos anos. "Temos o Campeonato Inglês garantido por pelo menos cinco anos, exclusivo. Podemos negociar, mas nesse momento é exclusivo", diz Woff.

Já sobre a Copa do Mundo, o executivo afirma que a ESPN vai marcar presença na Rússia com uma ampla cobertura jornalística: "Não houve acerto [com a Rede Globo, detentora dos direitos no Brasil]. Mas isso não quer dizer que o evento será ignorado. Faremos uma grande cobertura. A Copa acontece durante 30 dias. São 700 horas de transmissão de conteúdo. Os jogos representam 96 horas. Não teremos as partidas, mas estaremos lá".

Woff ainda falou como ele pretende se adaptar às mudanças no mercado de transmissões esportivas com a entrada de concorrentes como Twitter e Facebook, que passaram a investir no setor: "Acho que competição é boa para o consumidor e para a gente também. Mas há uma diferença a nosso favor. Os fãs de esporte sabem que somos uma marca de esporte. Eu acredito que isso faça diferença. Um competidor que tem como foco principal outra área ainda está atrás da gente".

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.