Header Ads

Novo contrato de TV dará à CBF maior controle nas transmissões dos jogos da seleção

Confederação terá maior domínio sobre as imagens das partidas, aproximando-se do modelo da Copa do Mundo e da UEFA

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Os jogos da seleção brasileira devem ganhar uma nova cara na TV com a conclusão do leilão de direitos de transmissão iniciado pela CBF. De acordo com o blog de Rodrigo Mattos, o novo contrato dará à CBF maior controle nas transmissões das partidas no Brasil.

A explicação do executivo da Synergy, Patrick Murphy, contratado para realizar a concorrência, é que as condições propostas às emissoras implicam em maior domínio da entidade sobre as imagens no Brasil, aproximando-se do modelo da Copa do Mundo e da UEFA. Em outros países, haverá empresas contratadas no exterior para realizar a produção dos jogos.

''Primeiro, devemos diferenciar entre os jogos que ocorram no Brasil e fora do Brasil. Fora, haverá host broadcast do mercado que ocorre. Dentro do Brasil, é abslutamente importante que a CBF tenha controle sobre como esses jogos são produzidos, tendo atitude mais proativa no controle dessa produção. Sim, haverá mais controle do que antes'', explica Murphy.

Quando detinha os direitos sobre os amistosos seleção, a Globo realizava a produção de imagens dos jogos sem participação efetiva da CBF, o que dava à emissora carioca autonomia para ângulos que podem favorecer patrocinadores, ou do tratamento da imagem para dar a cara do seu pacote futebol.

Murphy não deixou claro o quanto de controle a CBF vai exercer sobre as imagens, se efetivamente atuará na produção dos jogos. Mas, com maior controle, a confederação poderá por exemplo favorecer ângulos e tratamentos que privilegiem seus parceiros e seus interesses, como FIFA e UEFA fazem em suas competições.

O formato da concorrência para os direitos de televisão da seleção brasileira foi divulgada pela CBF na última sexta-feira (1º). A entidade vai incluir 37 jogos do time nacional em um pacote que englobará todos os direitos de TV Aberta, TV Fechada e pay-per-view juntos. O valor mínimo é de R$ 465 milhões. Globo e Esporte Interativo já confirmaram que estarão na disputa.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte) e Twitter (twitter.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.
Tecnologia do Blogger.