Header Ads

Times fechados com Esporte Interativo pedem mais prazo para negociar cláusula "anti-Globo"

Prazo original estipulado pelo canal da Turner vence nesta segunda-feira (30), véspera do feriado do dia 1º de maio (Dia do Trabalho)

Reprodução

Os clubes que fecharam contrato de TV fechada do Campeonato Brasileiro Brasileiro a partir de 2019 com o Esporte Interativo pediram mais prazo à emissora para negociar a compensação financeira para quem não assinar os direitos de TV aberta e pay-per-view com a Globo.

Segundo informações do blog de Rodrigo Mattos, o prazo original estipulado pelo canal da Turner vence nesta segunda-feira (30), véspera do feriado do dia 1º de maio (Dia do Trabalho). A compensação cobre as temporadas 2019 e 2020.

A cláusula "anti-Globo" é uma indenização pera os times que assinaram com o Esporte Interativo, em relação ao risco de ficar sem o valor referente ao contrato de TV aberta, já que havia temor da parte dos clubes de represálias na forma de um boicote por parte da emissora carioca.

Dirigentes de clubes que negociam a extensão do prazo com o EI, e que estão otimistas de que serão atendidos, alegam ter detectado discrepâncias em relação aos valores originais das indenizações aos atuais. Por outro lado, alegam não estar à vontade para assinar já com a Globo por conta da redução do valor aos times que negociaram os direitos da TV fechada com a Turner. O argumento é que o prazo é muito pequeno para tomar decisão tão complexa e que terá impacto no futuro financeiro dos seus clubes.

'A tendência é que clubes e Esporte Interativo acertem uma extensão desse prazo que vence no último dia do mês'', analisa Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, um dos cartolas que negociam um pouco mais tempo para tomar as suas decisões.

É forte a expectativa em torno das decisões de Palmeiras, Atlético-PR e Bahia, que ao lado de Santos, foram os clubes que defenderam com mais força o endurecimento das negociações com a Globo. O Santos posteriormente, sob nova gestão, negociou os direitos de TV aberta e pay-per-view com a emissora do Rio.

Procurado pela publicação, o Esporte Interativo informou que ''em respeito aos clubes e às cláusulas de confidencialidade, o Esporte Interativo não comenta contratos''.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece nos bastidores da mídia esportiva em tempo real? Então curta nossas páginas no Facebook (facebook.com/midiaesporte), Twitter (twitter.com/midiaesporte) e Instagram (instagram.com/midiaesporte).

Quer anunciar no Portal Mídia Esporte? Entre em contato com a nossa equipe no email midiaesporte@gmail.com e solicite uma proposta.




Tecnologia do Blogger.