Esporte Interativo e Bahia oficializam e comemoram acordo pelo Brasileirão

O Bahia disse que escolheu a oferta do EI porque a divisão das cotas de TV adotada pela emissora "tem critérios mais justos entre os participantes"

20:56

O Bahia disse que escolheu a oferta do EI porque a divisão das cotas de TV adotada pela emissora "tem critérios mais justos entre os participantes"


Pedro Henriques, vice-presidente do Bahia, foi um dos condutores da negociação com o EI

Nesta quarta-feira (2), o Esporte Interativo e o Bahia anunciaram oficialmente o acordo para os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de 2019 a 2024.

Na reunião realizada na terça-feira (1), o Conselho Deliberativo do clube baiano aprovou a proposta oferecida pelo canal esportivo da Turner. Em comunicado oficial à imprensa, o Bahia disse que escolheu a oferta do EI porque a divisão das cotas de TV adotada pela emissora (50% igualitária, 25% classificação e 25% audiência) "tem critérios mais justos entre os participantes".

O novo acordo foi comemorado pelo vice-presidente do Bahia, Pedro Henriques, que foi um dos condutores da negociação com o Esporte Interativo. Em entrevista à Rádio Sociedade de Salvador, ele falou detalhes sobre a reunião do Conselho Deliberativo.

"Conversamos com os conselheiros, apresentamos as propostas, passamos o posicionamento da diretoria e acabou sendo uma reunião produtiva. Na hora de estabelecer a votação, os conselheiros apoiaram. O clube entende que é importante trazer um novo agente para o mercado. Anteriormente, os clubes só tinham um comprador para as transmissões. É uma situação desconfortável, pois se o comprador é único ele pode pagar o valor que ele quer. É uma proposta que traz além do valor superior, traz uma divisão justa da verba no futebol. É sim um momento histórico. A mudança começa agora, pois o mercado se movimenta e damos um recado para as outras empresas: o futebol brasileiro não tem mais um dono. Os clubes só tem a ganhar com isso", disse o dirigente.

O Esporte Interativo também comemorou o acerto com o Bahia. Em nota publicada nas redes sociais, a emissora falou em "revolução do futebol brasileiro" e no "fim do monopólio" da Rede Globo.

Veja na íntegra a nota:

"A revolução do futebol brasileiro está em andamento, amigos! Nos últimos anos, investimos milhões no futebol nordestino. Vimos a Copa do Nordeste renascer, e se consolidar como modelo de competição pro país inteiro. Transmitimos 7 estaduais nordestinos. Mostramos os jogos dos times do Nordeste nas Séries C e D. Hoje a gente pode bater no peito e dizer com muito orgulho que a gente leva essa emoção pra todo Brasil, e que o torcedor nordestino tem um canal pra torcer pelo time de coração! E se a mudança do futebol brasileiro já teve o Esporte Interativo dando o espaço que #oNordesteMerece, não tem nada mais simbólico que o Esporte Clube Bahia fechando com a gente, pra transmitirmos os jogos do Esquadrão no Brasileirão a partir de 2019, ajudando a acabar com um monopólio de mais de 20 anos no futebol brasileiro. Obrigado, Nordeste! Como sempre, vocês são fundamentais na nossa história. Estamos juntos e vamos em frente!".

Três clubes já fecharam com EI

A Bahia foi o terceiro clube a entrar em acordo com o Esporte Interativo. Na última segunda-feira (29), o Atlético-PR anunciou o acerto com canal. O Santos foi o primeiro a fechar com a Turner, porém ainda não anunciou oficialmente o acordo.

O Esporte Interativo vai pagar R$ 40 milhões de luvas a cada um dos três times. O contrato prevê um pagamento anual de até R$ 550 milhões a ser dividido entre os clubes que assinarem com a emissora.

Da Redação/Portal Mídia Esporte
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »