Glenda Kozlowski se empolga com prata de Hypolito, chora e pede desculpas por exagero

Apresentadora da Globo fica em êxtase com conquista apela mais uma vez para a emoção e alguns berros

21:56
Foto: Reprodução/Globo

Após ter recebido críticas nas redes sociais em sua estreia como narradora esportiva nas primeiras provas da ginástica artística nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Glenda Kozlowski voltou a comandar sozinha uma transmissão da modalidade na tarde deste domingo (14).

VEJA TAMBÉM

Luis Roberto tira sarro de goleira dos EUA após eliminação na Olimpíada: "deu zica"

Segundo informações do portal UOL, ela ficou em êxtase com as conquistas dos brasileiros Diego Hypolito e Arthur Nory, consagrados as medalhas de prata e bronze, respectivamente, na competição de solo da ginástica masculina, e torceu com bastante empolgação, apelando mais uma vez para a emoção e alguns berros.

"Diego Hypolito já é medalhista olímpico! Momento lindo, momento histórico, momento especular. Quis o destino que em 2008, Pequim, ele caísse sentado quando ele era o favorito, e perdeu. Quis o destino que oito anos depois, na frente da sua torcida, na sua casa, depois de superar uma depressão, ele fosse medalhista", exaltou Glenda.

Logo depois, no momento da vitória dos ginastas brasileiros, ela fez questão de pédir desculpas por um desses exageros. "Eu também gritei aqui, peço desculpas ao pessoal de casa se ficou agudo demais. É porque é um momento inesquecível", explicou.

"Tá todo mundo chorando, a Dani [Hypolito, irmã de Diego], a Daiane [dos Santos, ex-ginasta e comentarista de ginástica da emissora carioca], chorando muito do meu lado", narrou.

"Muito bom, Diego, tá muito bom. Espetáculo, Daiane, que momento emocionante, espetacular, de superação. Faz 15 anos que ele defende o Brasil na seleção principal, teve uma lesão seríssima no ano passado, séria mesmo, conseguiu se recuperar, muita gente pensou que ele fosse parar. Levanta a galera aqui no ginásio. Diego Hypólito do Brasil! Essa apresentação foi linda e ali o grito do guerreiro, o grito de alguém que persistiu e fez muito para estar nesta final. Olha, 15.533, já foi melhor que o Uchimura [ginasta japonês], melhor que o Uchimura", relatou Glenda, celebrando o ótimo resultado de Hypólito, que mais adiante se confirmaria como o segundo melhor da competição.

"E que momento bonito do esporte brasileiro. Você ver esse encontro de gerações, o Diego com 30 anos, o Arthur Nory com 22 anos, um se inspirou no outro, e hoje dividem aí uma final olímpica. Realmente, é um momento muito especial do esporte brasileiro. Certamente tem muitas crianças assistindo essa final agora, crianças que de repente podem pensar ou não em praticar ginástica, mas de certa forma estão sendo influenciadas por esses ginastas todos", narrou, logo após a também boa apresentação do ginasta medalha de bronze na Olimpíada.

Com as vitórias sacramentadas, Glenda interrompeu os colegas Marcos Uchôa e Daiane dos Santos, para fazer um discurso bastante emotivo sobre o quão especial foi para ela a conquista da prata de Hypolito nos Jogos do Rio.

"Uchôa, eu tô assim com a voz um pouco trêmula, porque, de fato, essa história eu acompanhei muito de perto. Conheci o Diego quando ele era bem pequenininho, com 9 anos de idade, no ginásio do Flamengo, e depois acompanhei a história dele. Eu estava em Pequim, fiz toda a cobertura da preparação dele para essa Olimpíada e foi um dos momentos mais tristes que eu vi do esporte brasileiro, de perto, quando ele era favorito e caiu de bunda, como ele diz. Foi muito triste, e depois essa volta por cima dele. Ano passado, fiz uma entrevista enorme, ele falando da depressão, e que bom escutá-lo desse jeito, Diego", disse.

"É merecedor, como atleta, como cidadão brasileiro, como alguém que acredita no esporte e acredita na superação, que pode chegar em qualquer lugar", finaliza.

Nas redes sociais, Glenda chegou a ser comparada com Galvão Bueno pela forma como se portava em sua narração, com discursos emotivos e bastante torcida pelos atletas brasileiros.
Ouça a Rádio Estação Play em seu Computador, Tablet ou Celular pelos aplicativos RadiosNet e TuneIn.
Curta a página oficial Portal Mídia Esporte no Facebook e @midiaesporte no Twitter.

Compartilhe

Editor e administrador do Portal Mídia Esporte.
Contato: midiaesporte@gmail.com

Leia mais

Próxima
« Anterior
Anterior
Próxima »